PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Palmeiras põe revelação de Danilo como principal mérito de Luxemburgo

Danilo, meio-campista do Palmeiras, posa para ensaio da final da Libertadores - Divulgação/Conmebol
Danilo, meio-campista do Palmeiras, posa para ensaio da final da Libertadores Imagem: Divulgação/Conmebol
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

05/02/2021 15h00

A discussão sobre os méritos de Vanderlei Luxemburgo na conquista da Libertadores também chegou à diretoria do Palmeiras. Há um consenso entre a cúpula de futebol que o principal feito do ex-treinador foi a escolha de Danilo.

Veja também: Derrotado, Ulsan deu o mapa da mina ao Palmeiras contra o Tigres

O meio-campista que iniciou a jogada de gol do título contra o Santos não estava entre os primeiros da fila para a promoção das categorias de base e foi uma indicação específica de Luxa e seus auxiliares.

Apontado como a grande revelação ao lado de Patrick de Paula e Gabriel Menino, ele não subiria imediatamente mesmo com as ordens da diretoria para o uso das categorias de base.

De 2019 para 2020, Maurício Galiotte avisou que o poder de investimento não seria tão grande quanto dos últimos anos e disse que os jovens seriam usados. Na interação entre profissional e base, já havia a indicação de alguns nomes que estavam mais prontos.

Atualmente, a diretoria do Alviverde admite que Luxemburgo não estava nos conceitos de modernização de futebol que foram pregados no fim de 2019, mas ressaltam a importância do ex-técnico no amadurecimento dos garotos e no processo de reformulação do time.

O próprio técnico afirmava que seu principal desafio era promover a entrada dos jovens sem que o time perdesse muito na experiência nas competições.

Na entrevista que Galiotte concedeu a mim e ao colega Thiago Ferri, ele fez questão de ressaltar a importância do ex-comandante, mas não garantiu uma medalha da Libertadores.