PUBLICIDADE
Topo

DAZN coloca zagueiro do Santa Cruz para ser entrevistador em novo programa

Danny Morais, zagueiro do Santa Cruz, terá dias de jornalista - Divulgação
Danny Morais, zagueiro do Santa Cruz, terá dias de jornalista Imagem: Divulgação
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

12/08/2020 04h00

O DAZN estreia hoje (12) um programa que dará a chance a um jogador de assumir o papel de jornalista. Danny Morais, zagueiro do Santa Cruz, conduzirá o "Eu, Capitão", atração onde ele entrevistará seus companheiros de profissão.

A grande diferença entre concorrentes como o Resenha, da ESPN, é que, neste caso, Danny ainda está em atividade. A estreia terá a presença de João Paulo, ex-Inter, Santa Cruz e Botafogo e, hoje, no Seattle Sounders, da MLS.

O programa estará disponível para assinantes na íntegra na plataforma do DAZN, mas também terá trechos divulgados em outros meios. Todas as gravações são feitas online.

"É uma coisa muito diferente, porque ainda sou atleta. Tive oportunidade durante a quarentena de exercitar um pouco. Fiz lives com atletas e companheiros e até amigos, por vezes conduzindo o bate-papo. Estou inspirado em programas que a gente vê lá fora do país", disse Danny Morais ao blog.

"Há algumas dificuldades, especialmente neste começo, mas vou melhorar nessa interação com as câmeras e essa nova função. Mas o projeto é legal justamente por isso, por ser inovador, por ter uma perspectiva diferente, tanto minha quanto da pessoa que é abordada por outra pessoa e atleta que está vivenciando isso. A dificuldade é de pegar esse jeito, esse timing do projeto. Quero tentar ser o mais natural possível, ser como eu sou no dia a dia", completou.

A atração é resultado de uma parceria entre o DAZN e o Santa Cruz e serve como ativação da Série C. O primeiro serviço de streaming de esportes ao vivo e sob demanda do mundo tem os direitos de transmissão da competição nacional.

O programa faz parte da estratégia da empresa de diversificar seu conteúdo após perder quatro direitos de transmissão relevantes nas últimas semanas: Italiano, Francês, Recopa e Copa Sul-Americana.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.