PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras protege Patrick de Paula de "assédio" com multa de R$ 632 mi

Patrick de Paula, revelação do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Patrick de Paula, revelação do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

12/08/2020 04h00

Destaque da final do Paulista e novo xodó do Palmeiras, Patrick de Paula já desperta a atenção de times da Europa. Aos 20 anos, o meio-campista renovou em março com o Alviverde e tem uma multa rescisória no valor de 100 milhões de euros, o que significa pouco mais de R$ 632 milhões na cotação de hoje.

O valor serve mais como proteção do que como parâmetro para uma eventual venda. A diretoria palmeirense sabe que nenhuma equipe do mundo oferecerá essa quantia para contratar o meio-campista que foi eleito para a seleção do Estadual.

Patrick renovou seu contrato com o Palmeiras em março e agora tem vínculo até 2024. O contrato anterior ia até 2022.

Além disso, o meio-campista também trocou recentemente de empresário. No início do ano, ele assinou com a empresa de Giuliano Bertolucci, um dos empresários brasileiros mais influentes do mundo.

Patrick chegou à base do Palmeiras depois de se destacar na Taça das Favelas, em 2017, na várzea de Santa Margarida, no Rio de Janeiro. Antes disso, ele já havia sido aprovado em testes no Botafogo, mas não pôde dar sequência aos treinamentos porque não tinha dinheiro para ir e voltar do centro de treinamento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.