PUBLICIDADE
Topo

Datena diz que pode entrar na política 'mais do que nunca'

Datena deixou um aviso aos opositores da sua candidatura - Reprodução
Datena deixou um aviso aos opositores da sua candidatura Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo*

26/05/2022 18h40Atualizada em 26/05/2022 18h53

O apresentador José Luiz Datena (PSC), pré-candidato ao Senado por São Paulo, disse hoje em seu programa que pode entrar na política "mais do que nunca" e pediu para os opositores "não contarem com a minha desistência dessa vez". O pré-candidato já esteve na lista de candidatos nos pleitos de 2016, 2018 e 2020, mas desistiu da disputa.

O vereador de São Paulo Delegado Palumbo (MDB) afirmou ao vivo que "se fosse o jornalista ficava quietinho já que isso aqui [política] é difícil". Datena rebateu:

Tem muita gente que pede para eu ficar quietinho porque gosta de mim, inclusive minha família. Eu vou contar uma coisa para você, tem muita gente que pede para eu sair, com medo de eu entrar. Por isso, tenho uma convicção cada vez maior que eu posso entrar mesmo, mais do que nunca. Vocês podem ficar espertos que eu posso entrar mesmo, mais do que nunca. E a hora que eu anunciar, no momento certo, vocês vão saber. Datena

O jornalista ainda declarou para os políticos "ficarem espertos" porque "pode ter mais um do lado do Palumbo para pentelhar vocês, que roubam o povo para caramba".

"Não contem com a minha desistência dessa vez porque vocês estão contando com o ovo na galinha dos ovos de ouro, e nós vamos quebrar esses ovos aí, se um dia eu aceitar um cargo político. Eu vou desistir, é? Eu vou é catar vocês", disparou.

Após crítica de Datena, Costa Neto diz que partido 'precisa' do apresentador

Na segunda-feira, Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido do atual mandatário Jair Bolsonaro, divulgou um vídeo para amenizar as notícias que apontam que ele teria dito que apresentador Datena (PSC) não contaria com candidatura solidificada por causa de "coisa no passado". Ao saber da declaração, em resposta à Veja, Datena rebateu a crítica de Costa Neto. No vídeo, o cacique do PL ainda declarou que a sigla "precisa" da candidatura do jornalista.

Neste mês, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o apresentador sairá como candidato ao Senado Federal na chapa do ex-ministro e candidato ao governo de São Paulo Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), que é apoiado pelo atual mandatário. A declaração do presidente foi concedida à CNN Brasil.

Segundo a revista, o comentário de Costa Neto sobre o "passado" do pré-candidato ocorreu na sexta-feira (20) durante um almoço realizado pela Esfera Brasil. No evento, o líder do PL pontuou essa questão, mas disse que torce pela candidatura do apresentador e que o comunicador seria "imbatível" nas urnas.

No vídeo obtido pelo UOL, Costa Neto amenizou a situação e declarou que sua fala sobre o passado do jornalista seria "um comentário sobre as campanhas passadas, que não deu certo a candidatura".

"Minhas amigas e meus amigos do Partido Liberal, quero dar uma explicação para todos vocês sobre o jornalista Datena. Fiz um comentário em uma reunião que eu fui na semana passada em que eu falei que ele seria um forte candidato, o mais forte candidato ao Senado em São Paulo. Eu fiz um comentário sobre as campanhas passadas, que não deu certo a candidatura. Mas nessa eleição vai dar certo", disse o presidente do PL.

*Com Beatriz Gomes, do UOL, em São Paulo