PUBLICIDADE
Topo

Datena será candidato a senador na chapa de Tarcísio em SP, diz Bolsonaro

Retrato do apresentado José Luiz Datena - Diego Padgurschi/UOL
Retrato do apresentado José Luiz Datena Imagem: Diego Padgurschi/UOL

Do UOL, em São Paulo*

13/05/2022 16h21Atualizada em 13/05/2022 17h43

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou hoje que o apresentador José Luiz Datena (PSC) sairá como candidato ao Senado Federal na chapa do ex-ministro e candidato ao governo de São Paulo Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), que é apoiado pelo atual mandatário. A declaração do presidente foi concedida à CNN Brasil.

No mês de abril, o comunicador foi vaiado por bolsonaristas em um evento promovido justamente por aliados do chefe do Executivo. Datena acompanhou o ex-ministro de Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, em Rio Preto, no interior do estado, mas ao ser anunciado o apresentador foi hostilizado pelo público presente e chamado de "comunista".

Pesquisa realizada pelo Instituto Quaest, contratada pelo Banco Genial e divulgada ontem, mostrou o apresentador na liderança para o Senado em São Paulo, com 28% das intenções de voto. Ele é seguido pelo ex-ministro Sergio Moro (União Brasil), com 16%, em um dos cenários testados na pesquisa estimulada — quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados ao eleitor.

Datena é um grande comunicador, é muito respeitado e é ouvido por todas as classes sociais pelo trabalho que desempenha, sempre atento às demandas da sociedade. Ele vai agregar, com certeza, à chapa. Presidente Jair Bolsonaro (PL) à CNN Brasil

A declaração de Bolsonaro ocorreu, segundo a emissora, durante um almoço na residência de Paulo Skaf, ex-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Datena teria confirmado a declaração do atual mandatário a um analista da CNN. O UOL tenta contato com o apresentador e a matéria será atualizada em caso de retorno.

No fim de abril, Datena criticou o ministro da Economia, Paulo Guedes, em relação ao auxílio emergencial. Durante o programa Brasil Urgente, na TV Bandeirantes, o apresentador falou sobre o valor do auxílio emergencial e disse que sem Guedes o presidente Bolsonaro poderia até estar liderando as pesquisas eleitorais.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem liderado as pesquisas de intenções de voto para as eleições presidenciais deste ano. O último cenário testado pela pesquisa PoderData, por exemplo, aponta que o petista tem 42%. Bolsonaro, que busca a reeleição, aparece em segundo lugar, com 35%.

Datena nega ter apoiado Bolsonaro em 2018

Em março, o apresentador José Luiz Datena afirmou ao UOL Entrevista que nunca apoiou o presidente Jair Bolsonaro.

"Apoiei o Bolsonaro é o cacete. Eu simplesmente o entrevistei. Grande parte da grande imprensa não admite que eu faça entrevistas com políticos", disparou na ocasião.

Perguntado se votou em Bolsonaro nas eleições de 2018, ele desse que não optou por ninguém e que "o último cara" em quem votou foi o ex-presidente Lula.

"Depois dele [Lula] eu não votei em mais ninguém, só justifiquei. Tenho todas as minhas justificativas. Eu não sou responsável por boa parte do Brasil que está aí."

O comunicador ressaltou também que, como senador, tem muito a contribuir para a política no país.

*Com Carolina Freitas, em colaboração para o UOL