PUBLICIDADE
Topo

Única Ferrari SF90 Stradale do Brasil custa R$ 6,9 milhões e já foi vendida

Alessandro Reis e José Antonio Leme

Do UOL, em São Paulo

27/02/2021 14h37

A Via Itália, importadora oficial da Ferrari no Brasil, confirmou a chegada de um exemplar do esportivo híbrido SF90 Stradale ao País. O modelo que desembarcou já vendido por aqui tem preço de R$ 6,9 milhões e a empresa não divulgou quem é o proprietário. O esportivo italiano é o mais moderno da companhia e usa tecnologia híbrida para ser o carro mais potente já produzido pela fabricante de Maranello.

A SF90 Stradale mescla um motor V8 4.0 biturbo que rende 780 cv a 7.500 rpm a três elétricos que juntos entregam 220 cv (162 kW). O total combinado é de 1.000 cv e 81,5 mkgf. São dois motores elétricos no eixo dianteiro e o terceiro acoplado entre o motor e o câmbio automatizado de dupla embreagem e oito velocidades.

O tipo de tecnologia híbrida da Ferrari SF90 Stradale é a plug-in, que permite carregar o pacote de baterias de íons de lítio por meio de uma tomada. Contudo, a Ferrari não divulga qual o tempo total para fazer a recarga completa. Segundo a companhia, com o pacote que tem capacidade de 7,9 kWh o esportivo pode rodar até 25 km apenas no modo elétrico e atingir até 135 km/h. O sistema também é utilizado na marcha à ré, sem auxílio do motor V8.

Esse conjunto mecânico permite a SF90 Stradale acelerar de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos, até 200 km/h em 6,7 segundos e atingir a velocidade máxima de 340 km/h. A máxima é a mesma de outro modelo da Ferrari, a F8 Tributo, que substituiu a 488 Pista.

Eletrônica

Há quatro modos de condução disponíveis: eDrive, Hybrid, Performance e Qualify, do mais "manso" ao indicado para uso em pista. O sistema híbrido da SF90 Stradale, diferentemente dos convencionais, não desliga o motor a combustão quando o modo elétrico está em funcionamento. Ele continua em funcionamento pois "a prioridade é recarregar as baterias, não eficiência".

Como a LaFerrari já tinha, a SF90 Stradale traz o sistema de recuperação de energia em frenagem integrado ao ABS e a EBD (distribuição eletrônica de frenagem). Ela tem ainda uma nova geração do controle de tração e estabilidade e do escorregamento lateral limitado (eSSC).

Aerodinâmica e dimensões

A SF90 Stradale tem 4,17 metros de comprimento, 1,97 de largura, 1,18 m de altura. O entre-eixos é de 2,65 m - o mesmo que do Toyota Corolla Cross, que será lançado em breve no Brasil. O peso seco de 1.570 kg está distribuído com 55% dele no eixo traseiro e 45% no eixo dianteiro. O compartimento de malas na dianteira tem 74 litros de capacidade.

Entre as soluções aerodinâmicas, a Ferrari transformou até as rodas como parte do processo. O desenho das rodas cria um efeito de rotor e diz que assim consegue gerenciar o fluxo de ar dentro das caixas de rodas. Em termos práticos, faz o ar sair mais rápido das caixas de roda, sem aumentar o arrasto aerodinâmico nas laterais.

O aerofólio traseiro ao invés de levantar quando a velocidade aumenta, ele rebaixa outras partes da traseira, mantendo o um visual limpo e criando pressão aerodinâmica de até 860 kg em curvas, frenagens e ao mudar de direção.