Topo

Testes e lançamentos


Hyundai divulga detalhes do novo HB20; veja preços, versões e equipamentos

Vitor Matsubara

Do UOL, em Una (BA)

17/09/2019 09h33

Resumo da notícia

  • Versão mais cara traz frenagem autônoma e alerta de mudança de faixa
  • Grande novidade é motorização 1.0 turbo com injeção direta, que entrega até 120 cv
  • Motores 1.0 12V e 1.6 16V seguem em linha

A Hyundai revelou ontem (17) a segunda geração da linha HB20. De uma só vez foram apresentados hatch, sedã (HB20S) e aventureiro (HB20X).

O carro inova ao trazer alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência a até 50 km/h e alerta de mudança de faixa, itens inéditos na categoria de hatches compactos.

Veja preços da linha HB20 2020:

+ HB20 Sense 1.0: R$ 46.490

Ar-condicionado, direção elétrica, volante multifuncional com comandos de som e Bluetooth, vidros elétricos dianteiros, painel de instrumentos analógico, ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix, banco do motorista com regulagem de altura e calotas aro 14.

+ HB20 Vision 1.0: R$ 48.990 (sem multimídia) / R$ 50.490

Todos os itens da versão Sense mais espelhos retrovisores elétricos, central multimídia com tela tátil de 8 polegadas, entrada USB para carregamento rápido de smartphones, chave do tipo canivete, alarme, vidros elétricos nas quatro portas, maçanetas externas e retrovisores externos na cor da carroceria, porta-objetos com tampa deslizante.

+ HB20 Evolution 1.0: R$ 53.790

Todos os itens da versão Vision mais rodas de liga leve de 15 polegadas, vidros elétricos nas quatro portas, ar-condicionado digital, sensores de estacionamento traseiros, controles de tração e de estabilidade, assistente de partida em rampas, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, painel digital e grade dianteira cromada.

+ HB20 Vision 1.6: R$ 57.990 (MT) / R$ 62.790

Todos os itens da versão Vision mais assistente de partida em rampas, piloto automático com limitador de velocidade, apoio de braço central para o motorista.

+ HB20 Launch Edition 1.6 AT: R$ 69.990

Todos os itens da versão Evolution 1.0 mais airbags laterais, faróis com projetor e luzes de led, acendimento automático dos faróis, banco traseiro bipartido, câmera de ré, alarme com sensor de presença, retrovisores com rebatimento elétrico, partida do motor por botão, apoia braço central deslizante.

+ HB20 Evolution 1.0 turbo AT: R$ 67.190

Todos os itens da versão Vision 1.6 mais coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, ar-condicionado digital, vidros elétricos nas quatro portas, antena tipo barbatana, rodas de liga leve diamantadas de 15 polegadas, sensores de estacionamento traseiros, painel de instrumentos digital e faróis de neblina.

+ HB20 Diamond 1.0 turbo AT: R$ 73.590

Todos os itens da versão Evolution mais airbags laterais, câmera de ré, retrovisores com rebatimento elétrico, partida do motor por botão, destravamento das portas sem chave, faróis projetor com luz de posição em led, acendimento automático dos faróis, volante revestido em couro, banco traseiro bipartido, paddle shifts, apoia braço deslizante e sistema start-stop.

+ HB20 Diamond Plus 1.0 turbo: R$ 77.990

Todos os itens da versão Diamond mais alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, alerta de mudança de faixa, bancos revestidos em couro, acendimento automático dos faróis e sensor de pressão de pneus.

Veja os preços da linha HB20S 2020:

+ HB20S Vision 1.0 MT: R$ 55.390

+ HB20S Evolution 1.0 MT: R$ 58.390

+ HB20S Vision 1.6: R$ 62.590 (MT) / R$ 67.390 (AT)

+ HB20S Evolution 1.0 turbo AT: R$ 71.790

+ HB20S Diamond 1.0 turbo AT: R$ 76.890

+ HB20S Diamond Plus 1.0 turbo AT: R$ 81.290

Veja os preços da linha HB20X 2020:

+ HB20X Vision 1.6 MT: R$ 62.990

+ HB20X Vision 1.6 AT: R$ 67.890

+ HB20X Evolution 1.6 AT: R$ 69.890

+ HB20X Diamond 1.6 AT: R$ 75.190

+ HB20X Diamond Plus 1.6 AT: R$ 79.590

Custos das três primeiras revisões são de R$ 1.108 (1.0), R$ 1.204 (1.0 turbo) e R$ 1.185 (1.6 16V).

Toda a linha será renovada até dezembro. HB20 hatchback estreia na primeira quinzena de outubro, com sedã chegando em meados de novembro e o aventureiro HB20X fechando o ano.

Novo motor turbo

O motor 1.0 de três cilindros é o centro das atenções. Haverá uma evolução da atual configuração aspirada, que tem 80 cavalos máximos com etanol e 10,2 kgfm, além do novíssimo 1.0 turbo GDI Flex, com injeção direta de combustível, variação de fase e que entrega até 120 cavalos com etanol ou gasolina — torque de 17,5 kgfm com qualquer combustível chega já aos 1.500 giros. A transmissão é automática de seis velocidades.

O antigo 1.6 16V permanece em linha, mas agora rende 130 cv quando movido a etanol e 123 cv se abastecido a gasolina. O torque é de 16,5 kgfm a 4.500 rpm, podendo ser combinado a duas opções de câmbio: manual ou automático.

Consumo na motorização 1.0 turbo GDI no hatch é de 8,2 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada se abastecido com etanol e 11,8 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada com gasolina,

As versões 1.0 do HB20 têm médias de consumo de 9,1 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada e 12,8 km/l na cidade e com gasolina. Já as versões 1.6 com câmbio automático fazem 7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol e 11,5 km/l em perímetro urbano e 13,9 km/l na estrada.

Segundo a Hyundai, há 30% de aço de ultra resistência pela carroceria, contra os antigos 19% de seu antecessor. A rigidez estrutural aumentou em 17% e a proteção anti-corrosão subiu para 26%.

Design: ame ou deixe?

Fica nítida a inspiração no conceito Saga EV, revelado durante o último Salão do Automóvel de São Paulo.

Os faróis de formato triangular ficam em posição mais elevada do que a larga grade frontal. A frente ficou mais "bicuda", seguindo o estilo da "Esportividade Sensual" aplicada em outros veículos da marca.

Nas laterais, o aplique em preto nas colunas "C" (que a marca chama de "efeito X") cria um belo efeito visual, casando bem com a linha de cintura ascendente das janelas. Atrás, as lanternas em formato de "L" também ficam em posição mais baixa do que antes.

Sedã tem lanternas grandes que invadem a tampa traseira - Murilo Góes/UOL
Sedã tem lanternas grandes que invadem a tampa traseira
Imagem: Murilo Góes/UOL

No geral, o HB20 ficou maior. O comprimento cresceu em 20 milímetros (passando para 3,94 metros), assim como a distância entre eixos (agora de 2,53 metros). A largura também aumentou em 20 milímetros (1,70 metro), enquanto a altura de 1,47 metro foi mantida.

O sedã HB20S traz lanternas que parecem grandes até demais para o porte do veículo. Ao vivo, porém, o resultado é bem interessante. É inegável a semelhança com o novo Elantra, especialmente no estilo da traseira.

Há soluções estéticas criativas, como a pintura de uma parte da tampa do porta-malas em preto brilhante, formando uma ilusão de ótica parecida com a de um "prolongamento" do vidro traseiro, principalmente quando o veículo estiver com películas protetoras nos vidros.

O novo HB20S 2020 também ficou maior do que antes. A distância entre-eixos tem os mesmos 2,53 metros do hatch (30 mm maior que o antecessor), mas o comprimento agora é de 4,26 metros (20 mm a mais) e a largura de 1,72 metro (40 mm maior). A altura permanece em 1,47 metro.

Já o HB20X exagera nos adereços com vocação off-road, principalmente nas enormes molduras das caixas de roda com falsas entradas de ar. Neste caso, porém, as linhas ousadas casam bem com a proposta aventureira do modelo. Feito sobre a base do hatch convencional, o HB20X é mais comprido do que seu antecessor (são 3,97 metros, 30 milímetros a mais) e 1,74 metro de largura (30 milímetros a mais), com 1,74 metro de largura (aumento de 30 milímetros) e distância entre-eixos de 2,53 metros. A capacidade do porta-malas se manteve em 300 litros.

Como é por dentro?

Interior é elegante e bem acabado, com destaque para a central multimídia de 8 polegadas - Murilo Góes/UOL
Interior é elegante e bem acabado, com destaque para a central multimídia de 8 polegadas
Imagem: Murilo Góes/UOL

O interior tem linhas mais comedidas e de bom gosto. Lembra aquela sensação de estar em um carro de categoria superior que o primeiro HB entregava? Pois ela continua lá. Os materiais de acabamento são de boa qualidade e as versões mais caras trazem painel digital (bonito, mas nem tão vistoso quanto o de carros mais caros, como o VW Polo), partida do motor por botão e revestimento em couro (que pode ser cinza ou marrom).

Vários detalhes parecem de veículos de categorias superiores, como o desenho elaborado das saídas de ar-condicionado e os apliques coloridos pela cabine. Os comandos do ar-condicionado digital são bonitos e de fácil compreensão.

Já o espaço interno parece ter melhorado consideravelmente no banco de trás, principalmente para as pernas (houve aumento de 47 milímetros).

Onix x HB20: qual é o melhor lançamento entre os hatches?

Enquete encerrada

Total de 1912934 votos
58,00%
Divulgação
42,00%
Divulgação
Total de 1912934 votos

Tabela Fipe

Você sabe quanto variou o preço do seu carro nos últimos meses?

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado, a largura do novo HB20 não é 1,47 m, e sim 1,70 m. A informação foi corrigida.
O comprimento do novo HB20S também foi informado incorretamente. O tamanho correto é 4,26 m. A informação foi corrigida.

Mais Testes e lançamentos