Coisa de Meninos Nada

Coisa de Meninos Nada

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemCarros

Carro sem teto: veja riscos e como proteger veículo que dorme ao ar livre

A qualidade da pintura dos veículos tem evoluído bastante, com novidades saindo já de fábrica. Ainda assim, o desgaste causado por condições naturais como temperatura, chuva e etc ainda é um problema sério a ser encarado. Quando não temos opção e o automóvel precisa 'dormir' em algum lugar descoberto, é necessário tomar alguns cuidados.

A poeira, o sol e a chuva vão, lentamente, estragando a pintura do veículo. Mas uma coisa simples, como um banho, pode fazer a diferença na proteção e estética do seu carro. Para automóveis que dormem em locais descobertos, o ideal é lavá-los pelo menos uma vez por semana. Isso ajuda a prevenir que acúmulos de sujeira sejam criados de forma a prejudicar a estética do veículo.

Existem processos que você pode investir para trazer uma proteção extra para o verniz do carro, como os processos de vitrificação e cristalização.

Dependendo do tipo de garagem descoberta, muitos acham uma boa ideia deixar o veículo debaixo de uma árvore. Mas essa pode ser a pior escolha que você pode fazer para o seu carro. Seiva de árvore e fezes de pássaros são extremamente prejudiciais e queimam a pintura de forma que em alguns casos nem lavagem ou polimento consegue resolver.

Até mesmo capas precisam ter muito critério para serem utilizadas, pois em alguns casos podem trazer mais trabalho do que benefícios.

No vídeo acima falo em detalhes sobre os cuidados necessários para manter a pintura do seu carro protegida e quais são as atitudes no dia a dia que podem prejudicá-la.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes