PUBLICIDADE

Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Por que não consigo engordar? Estou abaixo do meu peso e me sinto fraco

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

29/06/2021 04h00

Resumo da notícia

  • A maioria das pessoas com dificuldade em engordar possui a chamada magreza constitucional
  • Nessa condição genética o corpo tem mais facilidade de queimar calorias, além da sensação mais rápida de saciedade e a demora em acumular gordura
  • Mas não conseguir aumentar de peso também pode indicar doença inflamatória, infecciosa ou endocrinológica, ou transtornos psiquiátricos e nutricionais

A maioria das pessoas que tem dificuldade em aumentar o peso apresenta a chamada magreza constitucional. É uma condição genética em que o organismo tem mais facilidade de queimar calorias. Além disso, geralmente, os indivíduos que apresentam esse "distúrbio" se sentem saciados rapidamente e demoram para acumular gordura no corpo. Por outro lado, a dificuldade para ganho de peso, associado com outros sintomas, como a fraqueza, pode indicar a presença de alguma condição médica que precise de tratamento.

Entre os diversos problemas, encontram-se transtornos psiquiátricos, distúrbios nutricionais, doenças inflamatórias, infecciosas e endocrinológicas, como o hipertireoidismo. Neste último exemplo, o aumento do funcionamento da tireoide acelera o metabolismo e leva à perda de peso e à sensação de fraqueza. Por isso, é de extrema importância buscar a ajuda de um endocrinologista e de um nutricionista.

Se for diagnosticada, de fato, uma magreza constitucional, o tratamento para ganho de peso é feito em conjunto com o nutricionista para reeducação alimentar, uso de suplementos alimentares a até medicações estimulantes de apetite. Já para as doenças, o tratamento é direcionado para a enfermidade, e pode incluir medicações para distúrbios da tireoide, antibióticos para tratamento de infecção e até terapia para os transtornos psiquiátricos.

Em paralelo, antes do encontro com o endocrinologista e o nutricionista, dá para seguir algumas dicas que podem ajudar no aumento de peso. E não vá pensando que a solução é entupir a dieta de doces, produtos industrializados e os famosos fast-food. Apesar de esses alimentos serem ricos em carboidratos e gorduras, e favorecerem o ganho de peso, eles estão relacionados a um processo de engorda não saudável, com risco de aumentar níveis de açúcar e colesterol no sangue e desenvolver doenças como obesidade e diabetes.

Portanto, para ganhar peso de forma saudável, o recomendado é seguir uma dieta balanceada com quantidade equilibrada de carboidratos, gorduras, proteínas, minerais e vitaminas. Dê sempre preferência para alimentos naturais, como frutas e verduras; o consumo de proteínas, como ovo e carnes magras, também ajuda a manter a massa muscular; e não deixe de praticar alguma atividade física regularmente com o foco na hipertrofia. Este tipo de treinamento contribui para o aumento de massa magra no corpo —e quanto mais músculos, mais pesado o organismo fica. Então, fica a dica: invista em atividades como musculação, pilates e crossfit.

Fontes: Augusto Santomauro, endocrinologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo; Joseline Alves, nutricionista do Hospital Universitário Walter Cantídio da Rede Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), no Ceará; Maria Edna de Melo, presidente do departamento de obesidade da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia).

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

Pergunte ao VivaBem