'Desde pequena só penso em morte. Cada dia com todos vivos é uma vitória'

No terceiro episódio da segunda temporada do videocast "Desculpa o Transtorno", Tati Bernardi e Christian Dunker conversam sobre a história de uma mulher que escreveu ao programa de forma anônima para dizer que só sabe pensar em morte.

Vale lembrar que o "Desculpa o Transtorno" é entretenimento e não há indicação de diagnóstico nem de tratamento. Caso você se identifique com as questões tratadas nos episódios, procure um profissional qualificado.

Ela conta que os pensamentos sobre o fim da vida começaram a aparecer quando ela viu a repercussão da morte da cantora Cássia Eller no noticiário, quando criança. Desde então, ela sente como se estivesse vivendo em um cronômetro.

"Desde pequena só penso em morte, no dia da morte minha e dos outros, na cara da morte, no jeito que ela está e tudo. O assunto não é dos mais fáceis de falar com amigos e familiares, até porque nem tento", afirma.

Quer participar do programa? Tati e Christian vão receber as histórias pelo e-mail desculpaotranstorno@bol.com.br e debatê-las a partir do olhar da psicanálise —ele é psicanalista, e ela, estudante desse campo que investiga a mente humana.

O "Desculpa o Transtorno" está disponível no Canal UOL, no YouTube de Universa e em plataformas de áudio.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes