PUBLICIDADE

Topo

Júpiter é o planeta da expansão: veja o que ele potencializa em cada signo

Maior planeta do sistema solar, Júpiter é o regente da expansão - inhauscreative/ iStock
Maior planeta do sistema solar, Júpiter é o regente da expansão Imagem: inhauscreative/ iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

05/12/2021 04h00

O maior planeta do sistema solar tem papel importante na astrologia: Júpiter é considerado o regente da expansão e, por isso, amplifica algumas características nos representantes do zodíaco.

Um dos cinco únicos planetas visíveis a olho nu, Júpiter recebeu o nome do "deus dos deuses" da mitologia romana —a contraparte grega é Zeus. Tal nomenclatura foi dada justamente por ele ser o maioral no céu e, também, porque antigamente pensava-se que os planetas eram deuses.

Pela análise astrológica, Júpiter leva em média 12 anos para transitar por todos os signos do zodíaco, permanecendo em cada um de 12 a 13 meses. "É considerado o regente da religião, do conhecimento, dos assuntos acadêmicos, das viagens e da liderança pelo carisma", conta a astróloga Virginia Gaia.

Entre os signos, rege Sagitário e Peixes, onde "se sente em casa". Assim, tem o exílio em Gêmeos e em Virgem —na roda zodiacal, opostos dos regidos—, justamente as posições em que ele se encontra enfraquecido.

Conforme acrescenta Virginia, a exaltação de Júpiter, ou seja, ponto em que encontra maior liberdade para se manifestar, ocorre em Câncer. Enquanto isso, a queda é em Capricórnio, tendo ali menos chances para manifestação.

Ação jupiteriana

De acordo com a especialista, a casa em que uma pessoa tem Júpiter no mapa natal significa a área da vida em que ela busca por expansão e conta com proteção.

"Quando está em trânsito pelo mapa astral, Júpiter leva atenção aos temas da casa por onde passa, enfatizando o modo do signo pelo qual está transitando", comenta Virginia Gaia.

A seguir, a astróloga conta as características do planeta nos representantes do zodíaco, revelando o que Júpiter potencializa em cada um deles.

Áries

No primeiro dos signos é revelado o lado mais autoritário e ansioso do planeta. Em Áries, Júpiter favorece assuntos militares, os esportes e o exercício da individualidade, expandindo tais características.

Touro

É onde se encontra a face mais estável e material de Júpiter. Assim, o perfil taurino é incrementado no lado das finanças e dos assuntos ligados à beleza e ao conforto.

Gêmeos

Júpiter traz interesse por novas experiências, comunicação e diversificação de atividades para o signo de Gêmeos. Ainda expande a atividade mental, características tão marcantes do geminiano.

Câncer

Em Câncer, o atributo do carisma pela emoção fica evidenciado com Júpiter, que gera expansão nos temas relacionados à família, aos sentimentos emotivos e à sensação de intimidade.

Leão

O planeta leva atenção para os temas da expressão pessoal com bastante autenticidade. Júpiter age sobre Leão favorecendo e expandindo o destaque social e a criatividade.

Virgem

Júpiter enfatiza o conhecimento com técnica e método para Virgem. Além disso, beneficia o estudo sistemático das religiões, fazendo com que o virginiano siga o "ver para crer" em todos os aspectos.

Libra

Aqui se encontra a face mais diplomática de Júpiter. É com Libra que o planeta desenvolve a liderança negociadora e o senso de justiça, peculiaridades tão evidentes nos nativos do signo

Escorpião

Com Escorpião, o maior dos planetas desperta o interesse por temas ocultos e pela magia. Isso sem contar que é ali que ele evidencia seu caráter mais misterioso e conquistador.

Sagitário

Signo do qual é regente, Júpiter encontra nos domínios do arqueiro o seu caráter mais filosófico e religioso. Estimula em Sagitário os estudos superiores, as grandes viagens, a expansão dos sonhos e as ideologias.

Capricórnio

No signo em que ocorre sua queda, Júpiter evidencia o planejamento e a liderança com formalidade. Traz para Capricórnio sua face mais rigorosa e ambiciosa.

Aquário

Aqui, ele incentiva o interesse pela ciência e pelas comunicações. É em Aquário também que se manifesta a face da liderança mais libertária de Júpiter.

Peixes

Signo que rege junto de Netuno, Júpiter encontra em Peixes as suas inclinações mais místicas e elevadas. Rege os movimentos de massa, a mediunidade e as experiências de transe.