PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Após sofrer 19 abortos espontâneos, mulher dá à luz bebê de 6,4 quilos

Finnley virou "celebridade" entre funcionários de hospital no Arizona, diz mãe - Reprodução/Facebook
Finnley virou "celebridade" entre funcionários de hospital no Arizona, diz mãe Imagem: Reprodução/Facebook

De Universa, em São Paulo

20/10/2021 14h25Atualizada em 20/10/2021 14h25

Uma mulher deu à luz um bebê de 6,4 quilos após sofrer 19 abortos espontâneos nos últimos 13 anos. Cary Patonai, mãe do recém-nascido, contou que viveu momentos tensos depois do parto, já que, apesar de ter nascido com um tamanho extraordinário, o filho teve que passar oito dias na UTI neonatal antes de ir para a casa da família, no Arizona (EUA). As informações são do jornal norte-americano The Epoch Times.

"Foi muito difícil para mim (visitar a UTI)", contou Cary ao jornal. "Isso reacendeu muitas coisas a respeito dos meus 19 abortos; sair do hospital sem um bebê", detalhou a mulher, hoje com 36 anos.

Ela, que já tem outros dois filhos do mesmo casamento, contou que sua bolsa estourou enquanto ela estava em uma visita de rotina em seu médico, com 38 semanas de gravidez. A paciente passou por uma cesárea bem-sucedida em 4 de outubro, mas o bebê, que ganhou o nome de Finnley, teve que ir para a UTI por apresentar alguns problemas respiratórios.

Durante a internação, o bebê virou uma "pequena celebridade", contou a mãe. Os dois obstetras presentes no nascimento da criança disseram nunca ter visto um recém-nascido tão grande em quase 30 anos de profissão.

Apesar da alegria por ver o filho saudável e do apoio do marido, Tim, de 37 anos, ela conta que todo o processo de acompanhar Finnley na UTI atrapalhou sua recuperação do parto

"Fisicamente, aquilo me sugou e atrasou minha recuperação", admitiu. "Mas eu fiz isso pelo meu bebê. Ele vale toda a dor, o sangue e as lágrimas derramadas", declarou à mídia local.

Agora, o casal enfrenta apenas uma "pequena" decepção: graças ao tamanho excepcional de Finnley, o enxoval preparado com roupas dos irmãos mais velhos, de 10 e 2 anos, teve que ser descartado.

Os meninos, chamados Devlen e Everett nasceram com 3,7 kg e 5 kg, respectivamente, enquanto o recém-nascido já está usando roupas feitas para bebês entre 6 e 9 meses.

Mães e filhos