PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Mulher dá à luz primeiro filho aos 70 anos de idade

Jivunben Rabari e seu marido, Maldhari, de 75 anos, optaram por fertilização in vitro para ter primeiro filho - Reprodução/Youtube
Jivunben Rabari e seu marido, Maldhari, de 75 anos, optaram por fertilização in vitro para ter primeiro filho Imagem: Reprodução/Youtube

De Universa, em São Paulo

19/10/2021 00h34Atualizada em 19/10/2021 00h34

Uma mulher indiana ganhou o status de uma das mães de primeira viagem mais idosas do mundo ao dar à luz seu primeiro filho biológico, aos 70 anos de idade.

Jivunben Rabari e seu marido, Maldhari, de 75 anos, ganharam atenção da mídia local ao mostrar seu bebê, um menino, que não teve o nome divulgado e foi concebido por inseminação artificial. A mulher afirmou aos jornalistas que não tem uma identidade para provar o ano em que nasceu, mas alegou que sua idade avançada é verdadeira.

Ela seria a segunda mulher mais velha a dar à luz na Índia, perdendo apenas para Erramatti Mangayamma, que teve gêmeas em setembro de 2019, quando tinha 74 anos, relata o tabloide britânico Daily Mail.

Rabari e seu marido moram em uma pequena vila chamada Mora, no estado de Gujurat, e estão casados há 45 anos. Eles enfrentaram muitas tentativas frustradas de engravidar ao longo das décadas antes de decidir procurar uma clínica de reprodução assistida. O médico que atendeu o casal, Naresh Bhanushali, declarou à publicação que este é "um dos casos mais extraordinários que ele já viu".

"Quando eles nos procuraram pela primeira vez, eu disse que eles não poderiam ter uma criança em uma idade tão avançada, mas eles insistiram", relatou o profissional de saúde. "Eles disseram que muitos parentes haviam feito isso. É um dos casos mais extraordinários que já vi", completou.

As chances de uma pessoa na casa dos 70 anos conseguir engravidar naturalmente são praticamente nulas, já que a maioria das pessoas com útero passa pela menopausa entre o fim dos 40 anos e o início dos 50.

Mas a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) afirma que qualquer paciente em qualquer idade pode engravidar se tiver o auxílio médico correto e um "útero normal", mesmo que não tenha mais os ovários.

Em geral, em procedimentos envolvendo pessoas com idade avançada, os médicos usam um óvulo doado por alguém jovem e fertilizado fora do corpo com o esperma.

Apesar dos recordes extraoficiais, que carecem de documentos para serem verificados, a mãe mais velha reconhecida pelo Guinness World Records, também conhecido como Livro dos Recordes, foi a espanhola Maria del Carmen Bousada de Lara, que tinha 66 anos e 358 dias quando deu à luz os gêmeos Christian e Pau, em dezembro de 2006. Ela faleceu pouco mais de dois anos depois, em julho de 2009, na Espanha.

Mães e filhos