PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Superlua cheia em Escorpião promete expor dificuldades do Brasil

Superlua cheia em Escorpião promete expor dificuldades do Brasil - Paul Lehman/Unsplash
Superlua cheia em Escorpião promete expor dificuldades do Brasil Imagem: Paul Lehman/Unsplash

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

26/04/2021 04h00

Toda Lua cheia representa o momento de maior clareza do mês, aquele período em que vem à tona a consciência sobre o que ocorreu na Lua nova passada e a chance de colher as sementes plantadas na ocasião. Neste dia 26, acontece a cheia lunar no signo de Escorpião e o satélite estará especialmente belo no céu.

Por estar mais perto da Terra, será uma Superlua, 15% mais brilhante e cerca de 10% maior aos olhos que a observam. É o que explica a astróloga Barbara Abramo, que prevê uma grande necessidade de transformação nas esferas individuais, sociais e políticas. "Por estar mais perto da Terra, inclusive, a Lua vai potencializar a percepção de que uma transformação é urgente", diz.

Barbara conta que, por expor com clareza as diferenças, dificuldades e problemas, Luna escorpiana vem questionar o limite do tolerável frente a situações que não são mais suportadas. Por acontecer em Escorpião, signo de transformação e transmutação, todos estaremos mais sensíveis em relação àquilo que não é mais aceitável. Portanto, uma polarização emocional é esperada e, no contexto coletivo, tudo ficará mais exacerbado.

Influências para o Brasil

"Escorpião está no meio do céu do mapa da Independência do Brasil. Por isso, ativa especialmente o setor executivo do país e pode demonstrar atitudes abusivas por parte do governo. Se pensarmos que teremos a Conferência do Clima, é esperada uma agitação muito grande e o isolamento de atitudes constrangedoras do chefe de Estado, que pode ter sua atuação colocada em xeque ou até mesmo ridicularizada", analisa a astróloga.

Segundo ela, será um momento bastante marcante para o Brasil, visto que simboliza um ponto de virada nas relações entre governo e sociedade. Os setores mais tocados são o financeiro, o sanitário e o da saúde. "Podemos ver, também, acontecimentos importantes no que tange à situação das mortes aceleradas no Brasil, na ocupação dos cemitérios e congestionamento do sistema funerário", conta.

Transformações internas

Em uma esfera individual, a Lua em Escorpião também deve colocar tudo à flor da pele. Poderemos ver manifestados desejos e sentimentos muito íntimos, visto que o signo traz uma consciência sobre nossos processos internos e o que precisa passar por transmutações profundas. "Escorpião é a passagem da vida para a morte, traz a urgência de deixar morrer o que não agrega, para renascer transformado a partir das cinzas."

Mais do que isso, Barbara conta que a Lua cheia de Escorpião marca a iluminação de Buda, quando ele percebe a transitoriedade da vida. "Portanto, é uma fase de desapego dos desejos — já que o Sol está em Touro — para alcançar a iluminação e a consciência superior", diz. Em resumo, é um momento de detox interno, por isso a astróloga recomenda até mesmo aumentar o consumo de água, evitando o álcool e toxinas de todo tipo.

"Há quem sinta dificuldade para dormir em noites de Lua cheia, além de um estado mental mais acelerado. Pessoalmente, acho que é o momento de ver transbordando coisas que a gente não aceita mais, até mesmo brigas em família ou dentro de um relacionamento. Também é importante tomar cuidado com decisões impulsivas nesses dias", acredita a astróloga.

Cenário pandêmico

Barbara Abramo destaca que toda Lua cheia representa o pior momento astrológico do mês no que diz respeito à pandemia. Isso porque a ânsia de se relacionar e expandir as trocas sociais aumenta consideravelmente no período, principalmente nos três primeiros dias após o início da cheia lunar.

Com isso, ela indica que podemos esperar mais festas clandestinas, encontros com aglomeração e discussões acaloradas sobre o tema. "A Lua cheia é um momento de associação e, ao mesmo tempo, de confronto. Isso pode, infelizmente, intensificar o número de contágios e também o agravamento do cenário pandêmico no Brasil, um país diretamente tocado pelo signo de Escorpião", reflete.

Alto Astral