PUBLICIDADE

Topo

Com regência de Vênus, 2021 instiga revisão de valores e relacionamentos

Vênus é popularmente chamada de Estrela d?Alva, quando atinge seu brilho máximo logo antes de o sol nascer. É conhecida como Estrela da Tarde (ou Vésper) quando o brilho máximo acontece ao anoitecer. - Bill Dunford/Nasa
Vênus é popularmente chamada de Estrela d?Alva, quando atinge seu brilho máximo logo antes de o sol nascer. É conhecida como Estrela da Tarde (ou Vésper) quando o brilho máximo acontece ao anoitecer. Imagem: Bill Dunford/Nasa

Claudia Dias

Colaboração para Universa

14/01/2021 04h00

Planeta ligado às finanças, à beleza, às parcerias e às relações sociais, Vênus será o regente de 2021. Isso significa que, neste ano, sentiremos um estímulo para revisar valores pessoais e, também, analisar os tipos de relacionamentos vividos.

Além disso, a conjunção de histórica de Júpiter e Saturno segue refletindo até dezembro, reforçando a necessidade de um olhar coletivo, na forma como a sociedade se organiza e se relaciona.

Mudanças à vista

Na teoria, a influência venusiana só começa em 20 de março, quando acontece a virada de ano para a astrologia. "Mas como temos esse desencontro do ano do calendário com o ano astrológico, acabamos 'arredondando'. Por conta de toda egrégora, sentimos alguma influência desde 1º de janeiro, mas só entra em vigor, de fato, a partir do ingresso do Sol no signo de Áries!", explica a astróloga Virginia Gaia.

Como reflexo da regência de Vênus e do encontro de Júpiter e Saturno em Aquário, o 2021 promete ser marcado por grandes mudanças em relação a tudo o que é valorizado de forma coletiva, inclusive relacionamentos. Tais influências, aliás, serão sentidas pelo todo, sem atingir signos solares e mapas astrais individuais, de forma específica.

"De qualquer forma, isso permeia os ânimos da sociedade e aponta quais serão os grandes temas ao longo dos 12 meses", comenta Virginia.

Novas formas de se relacionar

Enquanto a proximidade de Saturno e Júpiter durante o ano vai refletir no maior uso da tecnologia, na ampliação da comunicação digital e no nascimento de uma nova revolução científica, Vênus vai estimular a discussão sobre novas formas de relacionamento e projetar o feminismo.

Segundo Virginia, trata-se de uma revisão das relações em todos os sentidos. "Não é de hoje que adotamos uma maneira diferente de nos comunicarmos, o que foi intensificado pela pandemia. Do ponto de vista prático-instrumental, passamos a conhecer mais as pessoas pelo virtual, através de aplicativos, usando muitas mensagens e vídeos", cita.

Da mesma forma, existe em andamento uma mudança no que diz respeito à maior liberdade dentro dessas relações. "Não significa, necessariamente, relacionamento aberto. Estamos falando de uma transformação no senso de prioridade, na maneira como as pessoas se relacionam", explica.

Mas há espaço, sim, para vingarem outros tipos de relação e modelos de família, além de novas formas de amar. "Relacionamentos homoafetivos, de pessoas trans e poliamor serão mais debatidos dentro da sociedade", exemplifica a astróloga.

Mesmo entre relações estáveis existe a tendência de maior liberdade, garantindo mais espaço para cada pessoa. "O mote vai ser de transformar", pontua Virginia.

Feminino em evidência

Sob a ótica ocultista, Vênus regente representa uma grande oportunidade para o resgate de mitos ligados ao simbolismo feminino, que relacionam a geometria sagrada a ritos de iniciação que conciliam luz e sombra.

"O movimento do planeta no céu desenha um pentagrama ao redor da Terra. Vênus também é conhecido desde a antiguidade como 'estrela da manhã' e 'estrela vespertina', pois pode ser visto ao amanhecer e, depois de 'sumir' durante o dia, volta a aparecer no céu quando ao anoitecer. Será um ano rico para buscar a iluminação com toda a magia de Vênus, visto como o 'portador de luz' que cruza a linha do horizonte", esclarece Virginia.

Por que Vênus é o regente?

A astróloga explica que a definição de qual planeta vai reger o ano segue cronograma cíclico determinado desde a Mesopotâmia, terra dos antigos caldeus e da astrologia caldaica.

"Apesar da designação do planeta regente não ser adotada por todos os astrólogos, é especialmente popular entre aqueles que seguem uma abordagem ocultista dessa técnica milenar", comenta.

A sequência dos planetas regentes é baseada na "estrela dos magos" (ou "estrela setenária"), que apresenta sete pontas. "Para a astrologia, cada ponta representa um corpo celeste que pode ser visto a olho nu: Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno", cita.

Como Vênus vai refletir nos signos

2021 será um ano incrível para o comércio, os negócios, as parcerias e os casamentos e relações estáveis, segundo o astrólogo Ricardo Muri. "O ano será ótimo para relacionamentos em que as pessoas querer levar algo muito mais a sério", afirma. A seguir, o especialista comenta a influência de Vênus para cada signo.

Áries

"Digamos que os arianos vão agir com mais classe. Vão continuar com aquele ímpeto que têm de sempre iniciar tudo, mas serão mais diplomáticos e educados", diz Ricardo.

Touro

Será um ótimo ano para ganhar dinheiro e estabilizar o lado financeiro. Como consequência, o taurino tende a engordar. "Quando sente segurança, se acomoda e engordar. É importante cuidar da alimentação", sugere.

Gêmeos

O geminiano estará muito mais focado em estudos, acordos e parcerias. Vai ganhar dinheiro, mas junto de outras pessoas. Segundo Ricardo, a complementaridade com o outro é que vai somar no próprio negócio.

Câncer

"Vamos ver os cancerianos extremamente em paz, felizes, dando aula de fraternidade e, principalmente, brilhando muito em assuntos relacionados à internet", diz o astrólogo.

Leão

Deve buscar mais diversão do que o normal, aproveitando a vida, sendo um "bon-vivant" e focando na conquista. Precisa tomar cuidado para que o ato de conquistar não se torne banal, a ponto de afetar a rotina e o trabalho.

Virgem

Já o virginiano estará mais espiritualizado. "Ficará mais leve e suave do que de costume", compara o astrólogo. Como Virgem costuma ser perfeccionista e bastante criterioso, nos próximos meses, vai se mostrar mais bondoso.

Libra

Para o libriano, o ano promete casamentos, sociedades e boas parcerias, já que Vênus também rege o signo. "Quem estiver prestes a se casar e assinar um contrato, que assine o mais rápido possível", recomenda Ricardo Muri.

Escorpião

O astrólogo visualiza o desenvolvimento de propriedades paranormais e um lado intuitivo muito forte. "Estarão mais intensos, mas de uma forma suave e calma, ficando imbatível, com a intuição muito mais assertiva", diz.

Sagitário

Será um dos melhores anos para Sagitário, propício para ele se arriscar, investir e ampliar. "É o momento de pisar fundo no acelerador e acreditar na expansão da vida e no crescimento", opina Ricardo.

Capricórnio

Já o capricorniano, sempre preocupado com a carreira e o dinheiro, tende a se voltar para a família, o casamento e o lado emocional. O ano promete mudanças nos objetivos e prioridades dos nascidos sob Capricórnio.

Aquário

Dentre os signos, é o que segundo que mais vai evoluir, sobretudo os que investirem em tecnologia e inovação. Quem fizer isso terá um crescimento acima do esperado, já que Vênus estará aspectando de forma mais amorosa.

Peixes

Piscianos vão se voltar mais para a espiritualidade e alguns deles vão querer monetizar esse lado, cobrando pelas contribuições que podem dar. O astrólogo recomenda atenção, para que a ambição não ofusque a essência.\\