PUBLICIDADE

Topo

Moda

Com conforto e sem gênero: como a pandemia mexerá com a moda em 2021

Pandemia afetou as tendências de moda de 2021 - Reprodução Instagram
Pandemia afetou as tendências de moda de 2021 Imagem: Reprodução Instagram

Jessica Arruda

Colaboração para Universa

01/01/2021 04h00

A moda nunca mais será a mesma após a pandemia. Com anúncios de vacinas, promessa de um retorno à vida social e a flexibilização cada vez maior, o conceito de "se arrumar" ganhou novo significado nos últimos meses, com peças versáteis que servem tanto para sair quanto para ficar bem-vestido em casa.

Não é à toa que temas como bem-estar, conforto e leveza ainda estão entre as grandes apostas para 2021. Mesmo que muita gente já esteja cansada de vestir moletom largadão ou roupas com cara de pijama do namorado. O Comfy segue em alta, quebrando padrões em formas amplas e silhueta genderles (ou unissex). E promete surgir de cara nova em looks práticos para todas as ocasiões dentro do "novo normal".

"O oversized traz o conforto que se busca no home office. Nada de marcas no corpo deixadas por peças justas, precisamos de liberdade de movimentos. Em paralelo, segue em alta o 'look Zoom', que abusa das cores, acessórios e mistura de texturas para nos vestirmos adequadamente da cintura para cima", analisa a personalstylist Clara Alessandri.

Comportamento além das tendências

Não há como negar que os hábitos de consumo mudaram durante a pandemia. Assim, após um período tão difícil com o distanciamento social as pessoas desejam mais liberdade - e tudo isso se traduz nas tendências para 2021. Com base nas pesquisas do WGSN, o consultor de estilo Magnum Narita, que trabalha há mais de 15 anos na área, traduziu as macrotendências de moda para 2021 em três vertentes distintas. "Seria o revival criativo, o retrô rupestre e natural wellness", define ele.

A primeira reflete a evolução das peças feitas à mão, que ganharam ainda mais força com a explosão de vídeos DIY no Tiktok e Youtube. Já a segunda traz releituras dos anos 70 e 80, com peças ultra femininas e elementos como babados e mangas bufantes. A última macrotendência se confirma como a busca por inspiração em tudo o que é natural. Aqui entram tecidos rústicos e transparentes além de cores neutras e peças básicas.

Como herança da pandemia, produtos sustentáveis serão cada vez mais requisitados em 2021. "É um tema super em alta já que a Amazônia e as mudanças climáticas prometem influenciar acordos econômicos em 2021 e até a moda em escala global", explica.

Apostas certeiras para 2021

Roupas e acessórios atemporais nunca estiveram tão em alta - até mesmo como uma forma de frear o consumo exacerbado e focar em itens que possam ser usados e reaproveitados nas mais diversas ocasiões. Isso vale para o velho e bom jeans, vestidos com cortes clássicos e blazers dos mais diversos modelos. Assim como peças que transmitem conforto e aconchego, como roupas oversized e materiais como o tricô. Da mesma forma que cores alegres trazem a mensagem de otimismo e positividade para o ano que está começando. Abaixo, confira 6 tendências que valem a pena ficar de olho em 2021:

1. o genderless, unissex ou agênero se fortalece: na medida em que é cada vez mais possível invadir o guarda-roupa do sexo oposto e brincar com as peças para compor looks com estilo. "Apesar dos preconceitos, as pessoas estão mais livres para se vestirem da forma que acharem melhor", acredita a especialista Clara Alessandri do GetNinjas. Assim, a tendência genderless se traduz em calças como a boyfriend e mom jeans, bermudas de alfaiataria, blusas largas, entre outros.

2. A volta do jeans: o jeans ficou esquecido nas últimas temporadas, mas ensaia sua volta triunfal em 2021. Foi destaque nas semanas de moda internacionais e aparece em modelagens amplas e até mesmo com estampas. Quando liso, o jeans traz o conceito de ecofriendly em lavagens mais sóbrias, biodegradável e tingimento natural.

3. Look "Zoom": com a pandemia, as reuniões remotas no Teams, Meet, Zoom e cia fez com que a atenção ficasse concentrada na parte de cima da produção. Assim, a tendência do "Look Zoom" traz peças descoladas, camisas com detalhes marcantes e cores da cintura para cima. Isso vale também para acessórios diferentes nos cabelos e penteados que se destacam nos vídeos.

4. Cores chamativas: depois do sucesso dos tons suaves e pasteis neste ano, em 2021 a aposta está nas cores chamativas e brilhantes. Ou no contraste entre duas tonalidades distintas, como a Pantone elegeu as cores Amarelo "iluminating" e o cinza "ultimate gray". Entre as apostas, destaque para o rosa chiclete, o mango sorbet, azul futurístico e o vermelho vibrante.

5. Pegada artesanal: o handmade foi elevado a outro patamar na composição de looks fashionistas. Texturas com esse mood natural como as tramas em ráfia, juta ou palha seguem presentes nos acessórios. Já o tricô e crochê continuam em alta trazendo memória afetiva e um pouco de nostalgia ao visual. O destaque fica por conta das tramas em rede que apareceram aos montes nos desfiles internacionais e trazem uma pegada vintage aos looks.

6. Roupas tecnológicas: tecidos tecnológicos também ganham mais visibilidade 2021, especialmente os antivirais que protegem não só contra o coronavírus como também outros agentes patológicos que podem causar malefícios à saúde. E, dessa forma, evita a contaminação por meio das roupas. A tecnologia também trouxe mais praticidade ao dia a dia, com tecidos que não amassam (e não precisam passar), que resistem ao calor e até amenizam os sintomas da menopausa.

Moda