PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Casas no mapa astral: o que significam e por que prestar atenção nelas

"As casas astrais são como territórios", explica astróloga - Freepik
"As casas astrais são como territórios", explica astróloga Imagem: Freepik

Claudia Dias

Colaboração para Universa

09/10/2020 04h00

No mapa astral, os signos são dispostos em 12 casas, que representam as divisões do céu. Cada uma delas está associada a diferentes áreas da vida, ou seja, entender essa dinâmica permite encontrar pistas e caminhos para uma existência plena.

"As casas astrais são como territórios. São elas que dividem a roda zodiacal em 12 frações, correspondendo aos 12 signos do zodíaco. É onde tudo acontece", resume a astróloga Serena Salgado, do Astrocentro.

Os planetas posicionados em cada casa influenciam na interpretação, assim como os trânsitos planetários. "Às vezes, há vários planetas na mesa casa, mostrando que essa área vai ser muito importante na vida. Mas pode ser vazia, também", diz a especialista.

Casa astrológica regida por signo

Além da influência (ou não) dos planetas identificados em tais posições, cada casa astrológica é regida por um signo. Para identificá-lo, explica Serena, é necessário associar o ascendente à Casa 1. "É ela que dá o tom para o mapa astral, já que as próximas casas serão representadas pelos signos que sucedem o ascendente", justifica.

Por exemplo, se o ascendente da pessoa corresponde ao signo de Virgem, a Casa 2 será representada pelo próximo signo, que é Libra; a Casa 3, por Escorpião; a Casa 4, por Sagitário até fechar a roda zodiacal, na décima segunda casa, que coincide com signo anterior ao ascendente - neste caso, Leão.

Entenda o significado das casas

A seguir, a astróloga Serena Salgado explica a interpretação das 12 casas astrais.

Casa 1

Representa o caminho que a pessoa vai seguir no futuro. É a que imprime a personalidade e representa a maneira como o indivíduo se mostra para o mundo, bem como reflete seu jeito de ser e como as pessoas vão percebê-lo. Tem relação direta com o corpo (formato, altura...).

Casa 2

Tem a ver com a forma com que a pessoa busca segurança material e financeira, a maneira como ganha dinheiro e fala sobre bens - segurança material, financeira e até íntima.

Casa 3

É a casa da comunicação e dos estudos (sobretudo antes da faculdade). Relaciona-se com os cursos que a pessoa faz, os livros que lê e assim por diante. Ainda lida com questões envolvendo parentes.

Casa 4

Fala sobre as raízes (pai e mãe), a família e as origens (ancestralidade). É a casa que representa tudo aquilo trazido de maneira inconsciente. É associada ao lar.

Casa 5

Envolve tudo aquilo que diverte e dá prazer. Tem a ver com a forma que talentos e potenciais fluem. Outra ligação é com namoro e flerte. É, ainda, a casa dos filhos, revelando-se uma casa importante para os casais.

Casa 6

Espelha o cotidiano, o dia a dia, as formas que a pessoa adota para as realizar seus feitos, seja em casa ou no trabalho. Também envolve saúde e bem-estar.

Casa 7

É a casa das sociedades e parcerias, do casamento e das realizações na vida a dois. Da mesma forma, é responsável por certos perrengues amorosos.

Casa 8

Simboliza a transformação pessoal, o autoconhecimento (quem sou, para onde vou etc.), os negócios financeiros relacionados ao cônjuge e às heranças. É uma das casas mais profundas e tem associação com o sexo.

Casa 9

Corresponde à abertura de mente para o mundo, envolve viagens para exterior e tudo que se relaciona a isso - línguas estrangeiras e religiosidade, por exemplo. Igualmente tem ligações com leis e ensino superior.

Casa 10

É a casa da ascensão social e da carreira. Fala sobre os talentos profissionais, assim como sobre projeções para o futuro.

Casa 11

Aborda, sobretudo, as questões de comunidade, o envolvimento com as causas sociais e as amizades. Essa casa representa o jeito único de ser: é a "marca" individual. Tem ligação com o lado tecnológico, criativo e futurista de cada um.

Casa 12

É o karma. Fala sobre as provações e os nós da vida. Também tem a ver com libertação porque é a casa da espiritualidade - e, por isso, precisa ser bastante trabalhada.

Alto Astral