PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Mãe viraliza ao levar filhas para fazer entregas por app: 'Não tenho apoio'

Mãe entregadora no metrô  - Reprodução/Facebook
Mãe entregadora no metrô Imagem: Reprodução/Facebook

De Universa, em São Paulo

11/08/2020 17h54Atualizada em 12/08/2020 08h32

A foto de uma mãe com as duas filhas pequenas no metrô de Moscou, na Rússia, carregando uma bolsa de entregas por aplicativo, viralizou depois que outra passageira registrou a cena e publicou no Facebook.

Ao Bored Panda, a mulher, que se chama Lada Koroleva, de 19 anos, contou que precisou levar as crianças para fazer entregas com ela porque não tinha com quem deixá-las. "Não tenho apoio da minha família e meu marido passa o dia inteiro jogando videogame. Deixar as crianças com ele não é uma boa opção. Amo minhas filhas e preciso trabalhar para sustentá-las", desabafou.

Natie Artistry, a passageira que registrou Lada no metrô, escreveu, na legenda da foto: "Deus abençoe essa mãe".

Lada é mãe de Angelina, de 2 anos, e Rimmochka, de 7 meses, e espera que a foto, que já acumula quase 80 mil compartilhamentos, traga novas oportunidades de trabalho.

"Nos comentários, muita gente me condenou, dizendo que sou a culpada pela minha situação por ter duas filhas, mas eu só quero dar uma vida melhor para elas. Atualmente, estou em busca de um trabalho remoto para que seja mais fácil conciliar o serviço com o dia a dia das meninas", disse.

Site revela suposta fraude de mãe

Porém, esta não seria a primeira vez que Lada viraliza em fotos e, em seguida, pede ajuda. De acordo com o site Meduza, em março de 2019, ela motivou uma vaquinha online ao aparecer em uma foto carregando um carrinho de bebê, enquanto levava nas costas uma mochila de entrega de aplicativos. Na ocasião, ela trabalhava para uma empresa denominada Delivery Club.

A repercussão levou Lada a ser entrevistada em programas de TVs e relatar que sofria com dificuldades financeiras para sustentar as duas filhas. Sensibilizados, voluntários criaram uma campanha e foi arrecadado 100 mil rublos (equivalente a R$ 7.360) na ocasião. Posteriormente, Lada foi acusada de fraude, pois não usou o dinheiro para pagar o aluguel da casa, que foi o intuito da vaquinha.

Lada pediu desculpas após várias denúncias e prometeu que não pediria mais ajuda alheia para o sustento dos filhos. A viralização da nova foto fez o site relembrar as denúncias contra ela, que mudou duas vezes de cidade e não trabalha para o Delivery Club desde o fim de 2019.

Mães e filhos