PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Grávida da segunda filha, Mica Rocha diz ter horror a dicas de maternidade

Apresentadora Mica Rocha  - Luiza Ferraz/Divulgação
Apresentadora Mica Rocha Imagem: Luiza Ferraz/Divulgação

Carol Martins

Colaboração para Universa

12/03/2020 10h27

Grávida pela segunda vez, a digital influencer Mica Rocha não quer deixar o tema maternidade ofuscar os assuntos relacionamentos amorosos e astrologia, conteúdos que fizeram a blogueira se tornar um sucesso na internet.

"Tentei não virar uma blogueira de maternidade. Ela faz parte da minha vida mas não virou o meu trabalho. Gosto de falar sobre ela, mas não dou dicas ou falar o que tem que fazer, mesmo porque tenho horror a isso. Cada uma tem que seguir a sua maternidade", disse ela com exclusividade ao Uol durante o lançamento de sua linha de maquiagem com a TB Make, na tarde desta quarta-feira (11), no La Macca, em São Paulo.

Grávida de 5 meses da segunda filha, que se chamará Olivia, a mãe de Luísa, conhecida no mundo digital como Luli, de 1 ano e 9 meses, contou que os sintomas físicos das duas gestações são bem parecidas, no entanto percepções diferentes. "Às vezes esqueço que estou grávida porque tenho que dar conta da minha primeira filha e do trabalho. Estou aproveitando menos essa gravidez porque tenho menos tempo pra curtir mas estou curtindo estar grávida sem medo, como vomitar quatro meses, ter altas tonturas, semi desmaios e não conseguir sair muito sair da cama, coisa que agora eu sei o tempo que dura e vai passar, diferente de quando engravidei da primeira vez. Então estou mais tranquila e menos ansiosa".

Culpa é outra questão que Mica disse não ter controle, "ela vem e vai, depende da situação". Mas o quesito amamentação, deixou de ser impotência e se tornou consciência. "Não tive tanto leite e faço questão de falar que dei fórmula desde que a Luísa nasceu. Não sou da patrulha da amamentação e cada mãe faz o que pode e isso é certo dentro de mim. Não sei como será de novo. Mas poder dividir isso com mulheres que também passam pela mesma coisa é muito bom", disse. "Não estou dizendo que amamentar não é bom, mas tem mulheres que não conseguem ou que não querem e não são menos mães por causa disso. Quem adota ou faz barriga de aluguel nunca pode ser colocada num patamar inferior porque não deu de mamar. Sou muito resolvida e esclarecida com isso hoje".

A balança na gestação também não tem o mesmo peso que antes para Mica. A influencer afirma que sua autoestima está melhor depois que se tornou mãe. "Eu acredito que ficamos mais seguras. Até porque deixamos umas besteiras de lado em relação do que não gostamos em nós. A maternidade abre nossos horizontes e ficamos menos críticas porque ficamos muito orgulhosas do que fazemos e a beleza vem junto com a nossa autoconfiança com as coisas que a gente da conta, as dores e as delícias de ser mãe. Ficamos menos apegadas das coisas que não gostamos", disse. "Meu médico é preocupado com a saúde e não com o peso. Como coisas saudáveis, procuro evitar muito açúcar, coisas que não fazem muito bem mas sem neuras. A calça jeans não fecha mais e esta tudo bem", completou.

Casada há cinco anos com o empresário Renato Mimica, Mica conta com o pai de suas filhas na divisão de tarefas e que a atitude fortalece o casamento. "Acredito que o marido não ajuda, ele é parte disso. Cada um divide funções de acordo com o seu tempo, a sua disponibilidade. A gente se respeita nisso, somos uma equipe e ele é um pai sensacional. Escolhemos ter filhos, sermos pais e isso muda tudo. Traz uma certeza pros dois de que estamos no mesmo barco", falou. "Filho estragar casamento só serve para quem não quer que dê certo".

Mães e filhos