PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Como esposa de Pyong: qual diferença entre depressão pós-parto e baby blues

Samy Lee, esposa de Pyong  - Reprodução/YouTube
Samy Lee, esposa de Pyong Imagem: Reprodução/YouTube

De Universa

06/03/2020 15h16

A esposa de Pyong, Sammy Lee, disse que quase depressão pós-parto, mas que uma conversa com familiares a ajudou a superar. Mas será que dá para aliviar um quadro depressivo com uma conversa?

O que é baby blues

Assim que a mulher dá à luz, pode haver uma tristeza acentuada e uma irritação que afeta a 85% das gestantes no pós-parto. É o chamado baby blues.

Diferentemente da depressão pós-parto, o baby blues não precisa de acompanhamento médico e costuma passar cerca de duas semanas após o parto e costuma causar crises de choro e irritação. O blues é causado por uma queda de hormônios após a liberação da placenta. Uma breve avaliação com o pediatra ou obstetra pode ser o suficiente.

Depressão pós-parto precisa mais que uma conversa

Já a depressão pós-parto é um fenômeno com sintomas mais agudos e exige acompanhamento médico, psicológico e até medicamentoso. A condição pode se estender por até dois anos após o parto e acentuar se não houver tratamento especializado. A depressão pós-parto causa forte sensação de rejeição ao filho e outros sintomas depressivos.

A família, claro, sempre pode ajudar no baby blue e na depressão pós-parto. É necessário compreensão, observação e dar um descanso para a mãe.

Com informações de "Baby blues ou depressão pós-parto? Saiba qual é a diferença"

Mães e filhos