Topo

Alto Astral


Memórias: o que seu mapa astral pode te contar sobre suas vidas passadas?

Você guarda algo de vidas passadas? - iStock
Você guarda algo de vidas passadas? Imagem: iStock

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

25/10/2019 04h00

Você lembra de algum elemento de sua vida passada? A astrologia Kármica ajuda justamente a entender o que há em você de encarnações anteriores.

Estudiosos do tema olham o mapa astral através de uma perspectiva histórica para entender que os elementos que ele apresenta surgiram por algum motivo. "Dentro dessa perspectiva, é como se as coisas que acontecem hoje tivessem sido anteriormente plantadas. Portanto, o mapa que carregamos é uma espécie de colheita de vidas passadas", explica a astróloga e professora Nádia Oliveira.

Praticante da astrologia kármica e também esotérica, ela diz que, para esse tipo de leitura, temos que compreender que existe uma lei do retorno. Tudo que colhemos é resultado de nossas ações anteriores.

"A astrologia kármica analisa as vidas passadas através de um levantamento de algumas características, também chamadas de memórias. São elementos que existem no mapa que explicariam ou remeteriam a experiências passadas", explica a astróloga. Mas quais são esses elementos? Nádia cita, em primeiro lugar, a casa 12 do mapa astrológico. Além dela, a posição da Lua, os planetas retrógrados, a Lilith, as casas com signos de água e a posição do planeta Saturno também são fundamentais para uma leitura kármica.

Saturno, o senhor do tempo, é quem determina o nosso karma. Aquilo que precisamos estruturar e trabalhar nesta vida, além de marcar os limites que vamos ter que encarar para realizar nossos objetivos. "Dependendo da força deste planeta em nosso mapa, podemos ver os momentos de desafios e aberturas em nossa vida. Além de ver o que vamos ter que construir, claro", explica. A astróloga diz que, em resumo, são vários os elementos que indicam o nosso Karma através da Astrologia e todos devem ser analisados em conjunto.

Casa 12

O elemento mais famoso e procurado por quem está atrás de respostas sobre vidas passadas é a casa 12, a última casa do nosso mapa astral. Dependendo do signo, do planeta e dos aspectos que carregamos neste setor, podemos ter algumas indicações de como viemos parar aqui e o que viemos fazer. "É uma espécie de portal, uma lembrança de nossa vida passada. Existe nela um ensinamento muito forte e inconsciente. Contém os registros da nossa memória que indicam por que somos como somos", diz Nádia.

A astróloga faz questão de frisar que é preciso tomar muito cuidado com generalizações. Já que simplesmente olhar o signo que está na última casa do nosso mapa astral não diz exatamente quem fomos na encarnação anterior. Não tem uma fórmula pronta, afinal, todos os elementos astrológicos podem estar bem ou mal aspectados, mudando completamente a interpretação correta. No entanto, entender qual signo se encontra na casa 12 pode dar algumas dicas sobre o que vivenciamos anteriormente.

"São elementos de memórias, que podem estar em equilíbrio ou desequilíbrio, indicar que aquilo estava em destaque de uma forma boa ou negativa. Importante também lembrar que a gente não deve procurar o mapa kármico achando que vamos encontrar uma única questão a ser resolvida. Nosso karma na verdade é a nossa própria vida, precisamos perceber que todo desafio que se apresenta traz algo que precisamos estruturar para crescer e evoluir", crava Nádia.

Leia abaixo indicações de como foi a vida passada de cada casa 12.


Casa 12 em Áries

A vida anterior pode ter sido cercada de muito dinamismo, força e coragem. A determinação, além de todos os valores arianos de ação, provavelmente foram muito importantes e significativos.

Casa 12 em Touro

As questões de segurança e materialidade provavelmente foram muito importantes na vida passada de quem tem casa 12 em Touro. Pode ter sido uma vida cercada pela arte e pelos prazeres materiais.

Casa 12 em Gêmeos

A vida anterior pode ter sido cercada de relações comerciais, negócios e até mesmo posicionamentos políticos marcantes. Provavelmente foi uma vida mais intelectual, com muitos estudos e debates de ideias.

Casa 12 em Câncer

Se você teve a casa 12 no signo de Câncer, sua vida anterior pode ter sido cercada de questões relacionadas a vínculos afetivos e familiares. Família, inclusive, pode ter sido um assunto primordial.

Casa 12 em Leão

A vida anterior talvez tenha sido cercada de importância e autoridade. O poder pode ter sido um fator influente. Pessoas com Leão na casa 12 podem ter tido uma posição muito relevante em uma vida passada.

Casa 12 em Virgem

Provavelmente a vida anterior foi cercada de meticulosidade, de estudos, de pragmatismo. São pessoas que tiveram uma força intelectual muito importante, além de apresentar algum tipo de destaque no trabalho.

Casa 12 em Libra

A vida compartilhada e as relações de quem tem Libra na casa 12 foram muito relevantes em uma vida passada. Questões de justiça e também questões artísticas podem ter destaque nesta memória.

Casa 12 em Escorpião

As questões provavelmente foram profundas e intensas. As emoções vividas nas vidas passadas se mostram muito relevantes e decisivas. Questões de perda e de poder também podem aparecer.

Casa 12 em Sagitário

A vida anterior pode ter sido cercada de aventuras, dinamismo e de dogmatismo. Questões religiosas ou ligadas a estudos e a viagens também podem ter sido muito importantes para quem tem Sagitário nesta casa.

Casa 12 em Capricórnio

A vida anterior pode ter sido ligada a responsabilidades, pressão, limite e muito senso de dever. Provavelmente foi uma vida com muito esforço e dedicação, que podem ter ocasionado inclusive uma certa reclusão.

Casa 12 em Aquário

Provavelmente a vida anterior foi marcada por pessoas ligadas à liberdade, independência e justiça. Pode ter vivido questões de aprisionamento, em que tenha sido necessário lutar para poder expressar sua liberdade e o que considerava justo.

Casa 12 em Peixes

A vida anterior pode ter sido cercada de sacrifícios e de uma profunda sensibilidade. O cuidar do outro provavelmente esteve presente, bem como questões ligadas a espiritualidade, religiosidade e arte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Alto Astral