PUBLICIDADE

Topo

Soltos

Sabe o que é o F.O.D.A? Entenda o medo de voltar a paquerar após pandemia

"Fear of Dating Again", mais conhecido como F.O.D.A, em português, "Medo de Voltar a Paquerar" é real - StefaNikolic/Getty Images
"Fear of Dating Again", mais conhecido como F.O.D.A, em português, "Medo de Voltar a Paquerar" é real Imagem: StefaNikolic/Getty Images
Carol Tilkian e André Lage André Lage

sobre os colunistas

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia.

André Lage

Piranhas românticas, André e Carol são experts em solteirice e partidários do afeto mesmo nas relações casuais. Carol está solteira há 6 anos e já não troca a aula de hot yoga por um date mais ou menos. André está solto monogâmico mas já se esbaldou muito na vida de contatinhos. Publicitários e roteiristas, trabalham com comportamento e conteúdo há anos e decidiram se aprofundar no tema que é assunto da manicure à terapia: como se relacionar hoje em dia.

André Lage

Colunista de Universa

01/02/2021 04h00

Depois de meses trancado em casa à base de muito álcool em gel, só vendo sorrisos pelo zoom e sem nem lembrar mais como faz beijar na boca, os solteiros começam a ter notícias animadoras sobre as vacinas. Ou seja, em breve vamos poder voltar a paquerar!

Mas see antes da pandemia flertar já não era a coisa mais fácil, agora ela pode se tornar particularmente assustadora pra muitos, principalmente pra quem tem algum nível de timidez ou hipocondria. Se você estiver com um pouco de medo de voltar pra pista, você pode estar sofrendo do Medo de Voltar a Paquerar. ou "Fear of Dating Again", mais conhecido como F.O.D.A. (rs!).

Já existem diversos estudos que provaram que o isolamento social prolongado afetou nossa capacidade de comunicarmos olho no olho. Depois de tanto tempo "sedentários", estamos de fato enferrujados e, somado a isso, ainda existem os medos que herdamos da pandemia. Sim, se você acha que no momento que a segunda dose perfurar teu braço, todos os medos e manias que você acumulou nos últimos meses vão acabar, espera só...

Será que não tem risco mesmo? Em que momento podemos tirar a máscara? Pode beijar já, mas será que eu já tô mesmo imunizado? E se ele tiver com a mão suja de covid, ou outra bactéria? A vacina não protege 100% né, acho melhor não arriscar...

E ainda tem todas as incerteza que já existiam antes, como se a pessoa simplesmente nunca mais vai te ligar depois daquela noite incrível, como já aconteceu muitas vezes antes?

Então pra te ajudar a voltar pra pista (assim que você e o seu crush tiverem imunizados) aqui vão algumas dicas de como lidar com o F.O.D.A. (gente, esse nome é muito bom! kkk)

1. A chamada em vídeo pode ser um primeiro passo

Eu sei que talvez você ache estranho, mas recentemente fizemos uma pesquisa com mais de 1.500 soltos do Brasil inteiro e 53% deles disse que vai esperar o romance engrenar no virtual antes de ir pro real. Uma chamada em vídeo revela muito mais sobre você (e sobre o outro) que você imagina. As pausas, o jeito que a pessoa ri, os movimentos faciais, tudo isso é linguagem! Lembrando que 95% da nossa comunicação é não verbal, ou seja, o corpo fala!

Só não vai atender de pijama ein! Se arrume como se fosse pra um date real (pelo menos a parte de cima). Até perfume pode te ajudar a ficar mais confiante. Nós estabelecemos diferentes níveis de intimidade e quanto mais intimidade temos, mais empatia e respeito temos por alguém. Vai ser muito mais difícil de seu crush te dar um ghosting depois de ter falado por vídeo, eu vivi essa experiência. E os encontros na vida real acontecem muito mais rápido depois.

Lembrando que se o seu crush forçar a barra pra algo mais sexual e você não quiser, só desligar e pronto! Nem taxi você tem que chamar, olha só que filtro maravilhoso :)

E se tudo rolar, vocês podem marcar um date na vida real, vamos às dicas pro olho no olho!

2. Um date não é só sobre você

Ninguém vai pra um date querendo fazer feio, mas a vontade de impressionar pode ser tanta que muitas vezes a gente fica durinho e nem repara no outro. Lembre-se que você também está lá pra avaliar esse crush. Se você começar a ficar nervoso, observe e tente escolher três coisas que gosta nessa pessoa. Isso desvia a sua atenção de si mesmo e faz o outro se sentir ouvido.

Outra dica valiosa é ser autêntico com o que você está sentindo. Se você está sofrendo de F.O.D.A., coloque isso na mesa, até porque provavelmente o outro também está nervoso. Se vulnerabilizar faz o outro querer se abrir também e vocês dois vão ficar bem mais relaxados uma vez que o primeiro baixa a guarda. E lembre-se, se mostrar é muito mais efetivo que tentar fazer um personagem cool, até porque, se as coisas engrenarem, como você vai manter esse personagem?

3. Vá com calma pra não se machucar

Assim como voltar a correr depois de ficar um tempo parado, aqui você também deve ir aos poucos. Exercitando seus músculos afetivos com cuidado pra não dar câimbras. A carência está bombando, então se você teve aquela conexão incrível, cuidado! Pode ser que você esteja se iludindo. Psicólogos indicam que a queima lenta e não a explosão inicial é que gera melhores conexões.

Não existe tempo definido para que as coisas engatem. Se permita ir ganhando intimidade aos poucos. Claro que se não bateu vontade nem de beijar, melhor não insistir, já até escrevemos sobre isso aqui. Mas, deixar de investir em alguém só porque não foi um encontro de almas pode ser infantil e levar sempre a más escolhas, fundadas em paixão com altas doses de idealização e não em conexão. Nesses casos, frustração à vista!

Se proteja e vá com medo mesmo

Claro que não estamos incentivando ninguém a ter dates AGORA. Estamos em uma fase de alto contágio da pandemia, estamos aqui falando sobre o pós-vacina e já antecipando comportamentos que vão surgir entre os imunizados.

A pandemia mexeu com todos, em inúmeras áreas da vida. Vai ser um bom momento de encontrar conexões verdadeiras. Nesse momento, vale sair da lógica da entrevista de emprego e puxar papos que de fato conectam como entender o que mudou durante o isolamento, que coisas cada um de vocês aprendeu, o que pretendem fazer diferente daqui em diante, o que mais sentem saudade da vida de antes.

Vamos juntos voltar pra pista aos poucos, lidando com os medos e tomando cuidado pra não machucar nenhum coleguinha. Bora se imunizar e se humanizar cada vez mais.