PUBLICIDADE
Topo

Nasa adia primeiro voo do helicóptero Ingenuity em Marte; conheça o motivo

Imagem do helicóptero Ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance - Nasa/JPL-Caltech
Imagem do helicóptero Ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance Imagem: Nasa/JPL-Caltech

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

10/04/2021 16h51

Teremos de esperar mais um pouco para assistir o primeiro voo de um helicóptero em outro planeta. A Nasa adiou para pelo menos quarta-feira (14) a histórica decolagem do Ingenuity em Marte, que estava prevista para acontecer neste domingo (11).

O Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da Nasa, explicou que a decisão foi tomada após alguns dados recebidos na noite desta sexta-feira (9).

"Durante o teste de giro em alta velocidade dos rotores, a sequência de comando que controlava o teste terminou mais cedo, devido a uma expiração do timer 'watchdog'. Isso aconteceu quando ele tentava fazer a transição do computador, de 'pré-voo' para 'modo de voo."

A agência garante que "o helicóptero está seguro e saudável, e comunicou sua telemetria completa à Terra". A equipe está revisando os dados, para diagnosticar e compreender a falha e realizar um novo teste de velocidade dos rotores.

O watchdog é um cronômetro que supervisiona a sequência de comandos, alertando para quaisquer problemas potenciais. Ele confere segurança ao sistema, não prosseguindo se um possível erro for observado.

Agora, a decolagem do Ingenuity deve acontecer "não antes de quarta-feira". Transmitida quase ao vivo (com alguns minutos de atraso, devido ao tempo que as imagens demoram para chegar na Terra), será a primeira tentativa de um voo motorizado controlado em outro planeta.

Na sexta-feira (9), a Nasa fez uma transmissão para explicar como será a demonstração e sua importância.

Mars 2020

O helicóptero faz parte da missão Mars 2020, da Nasa, cujo principal instrumento é o rover Perseverance. Ele chegou ao planeta guardado na "barriga" do robô-jipinho, em fevereiro. Esta semana, foi finalmente "desdobrado" e liberado ao solo, para se preparar para voar. Teve até selfie para marcar o momento.

O Ingenuity (Engenhosidade, em tradução livre) é um moderno mini-helicóptero - ou enorme drone -, de 1,8 kg, com duas hélices de 1,2m e painéis solares que carregam as baterias. Ele fará voos de até 5 metros de altura e 300 metros de alcance, durante até um mês.

Seu objetivo não é realizar experimentos, mas sim demonstrar a própria tecnologia: será possível voar no ar rarefeito, em um ambiente hostil? As hélices terão de girar extremamente rápido para conseguir decolar em uma atmosfera que tem 1% da densidade do ar terrestre no nível do mar.

Será como voar a mais de 30 mil metros de altitude em nosso planeta. Um desafio e tanto! Se bem-sucedido, o Ingenuity abrirá portas para uma extensiva exploração aérea dos planetas em futuras missões.

Veja as fotos que a missão Perseverance está enviando de Marte