PUBLICIDADE
Topo

Helicóptero Ingenuity voa pela segunda vez em Marte mais alto e por mais tempo

Imagem capturada por câmera do Ingenuity em seu segundo voo - Nasa
Imagem capturada por câmera do Ingenuity em seu segundo voo Imagem: Nasa

Da AFP, em Washington

22/04/2021 15h01

Ingenuity, o pequeno helicóptero da NASA, conseguiu completar nesta quinta-feira (22) um voo mais complexo em Marte, depois de entrar para a história na segunda-feira como o primeiro veículo motorizado a sobrevoar outro planeta, anunciou a agência espacial dos EUA.

Este voo, que durou 51,9 segundos contra 39,1 na viagem de segunda-feira, implicou "vários novos desafios" em relação ao primeiro, "especialmente uma altitude máxima mais elevada, uma maior duração e movimentos laterais", revelou a NASA em um comunicado.

O Ingenuity decolou às 6h33 (Brasília) e subiu até cinco metros de altura, superando os três alcançados no voo anterior, além de realizar um movimento lateral pela primeira vez, cumprindo duas das ambições da NASA.

"Parece simples, mas existem tantas incógnitas sobre como pilotar um helicóptero em Marte. É por isso que estamos aqui, para encontrar respostas para essas perguntas", explicou Havard Grip, um de seus pilotos.

Os dados recebidos parecem indicar que este segundo voo "atendeu às expectativas", disse Bob Balaram, engenheiro-chefe do projeto.

"Temos dois voos em Marte sob nossa responsabilidade, o que significa que ainda há muito a aprender durante este mês com Ingenuity", acrescentou.

Outros voos estão planejados, mas a "vida útil" do Ingenuity será "determinada pela maneira como ele pousa" a cada vez, explicou MiMi Aung, gerente de projeto do helicóptero, que também disse que pretendia levar o veículo "ao seu limite".

Aconteça o que acontecer, a experiência Ingenuity terminará depois de um mês para permitir que o rover Perseverance, com o qual chegou a Marte, faça sua principal tarefa: procurar por sinais de vida passada no planeta vermelho.