PUBLICIDADE

Topo

Em doses equilibradas, games evitam efeitos negativos do isolamento

Seja jogando online com a galera ou em dupla no sofá de casa, os games podem ajudar durante a quarentena - PeopleImages/Getty Images
Seja jogando online com a galera ou em dupla no sofá de casa, os games podem ajudar durante a quarentena Imagem: PeopleImages/Getty Images

Rodrigo Lara

Colaboração para o START

04/04/2020 04h00

"Fique em casa" é, provavelmente, a frase que mais ouvimos nos últimos dias e o motivo é bastante claro: em tempos de pandemia, evitar o contato social é a forma mais eficaz de desacelerar o ritmo de contágio do novo coronavírus e, com isso, diminuir o impacto da covid-19 na nossa sociedade.

Se o isolamento por si só traz consigo diversos problemas, tudo fica ainda pior diante do contexto no qual estamos vivendo, mas a boa notícia é que os games podem ajudar nesse período, como dizem especialistas ouvidos pelo START.

Algo não está bem: incerteza e ansiedade

Games podem ajudar contra a ansiedade e isolamento, mas sem exagero, alerta Jairo Bouer - Getty Images
Games podem ajudar contra a ansiedade e isolamento, mas sem exagero, alerta Jairo Bouer
Imagem: Getty Images
"A incerteza do que vai acontecer por causa da pandemia, o isolamento em casa e a distância dos amigos, a alteração da rotina e o medo de ficar doente ou de ver alguém próximo com problemas formam uma combinação capaz de gerar estresse e ansiedade nas pessoas", explica o colunista do UOL Jairo Bouer, médico e psiquiatra.

Uma razão para isso é que a atual situação rompe com a forma como nosso cérebro se desenvolveu ao longo do tempo. "Ele foi se formatando de maneira nós fôssemos capazes de ter certo controle e previsibilidade em relação aos eventos no ambiente. Esse planejamento nos traz segurança, o senso de controle", diz o Cristiano Nabuco, psicólogo e consultor técnico da Cognitiva Scientia.

Quando isso se quebra, surgem sintomas de que algo não está bem, como falta de concentração, acessos de raiva, impulsividade, ansiedade e sensação de tristeza e angústia. E, por mais que quem tenha histórico de transtornos emocionais acabe ficando mais suscetível a essa situação, mesmo quem nunca teve qualquer problema do tipo pode acabar apresentando algum sintoma.

E o que fazer para aliviar o peso? Bem, segundo os especialistas, o seu videogame pode ser um ótimo aliado para te ajudar a passar por esse momento com a saúde mental em dia.

Aventuras em mundos virtuais, como em Fortnite, podem ajudar a diminuir a ansiedade durante o confinamento - JJFarquitectos/Getty Images
Aventuras em mundos virtuais, como em Fortnite, podem ajudar a diminuir a ansiedade durante o confinamento
Imagem: JJFarquitectos/Getty Images

Distração, mas sem exageros

Em um momento no qual somos bombardeados o tempo todo com notícias, sendo que a maioria delas é negativa, ter um "respiro" acaba sendo fundamental. Aqui, é importante deixar claro que ninguém está falando para não nos informarmos sobre assuntos sérios, mas, sim, para manter um fluxo saudável de consumo de informação, sem que haja compulsão por atualizações a todo minuto

Um dos motivos que colocam os games como uma alternativa interessante - ao lado de outras atividades, claro - para manter a cabeça em dia em situações capazes de provocar picos de stress e ansiedade é a capacidade de fazer com que quem está jogando fique, ainda que por alguns momentos, alienado do mundo.

"É importante escolher atividades nas quais seja possível focar, se concentrar e desviar a atenção da ansiedade, da angústia. Isso inclui ver séries, ler livros, arrumar a casa e, nesse sentido, os games podem, sim, entrar como uma opção", diz Bouer.

A recomendação aqui é que quem já joga e tem nos games parte de sua rotina, mantenha essa distração, sem exagerar.

Os games permitem que quem joga se mantenha focado, com atenção, fazendo aquilo que gosta e deixando de lado o que incomoda
Jairo Bouer, médico e psiquiatra

"O que nós podemos recomendar é que pessoas com uma rotina que já inclua horários para jogos devem seguir com o mesmo cotidiano, sem prolongar ou diminuir as horas de entretenimento. Dentro da divisão do dia, se o indivíduo consegue separar um horário e não perde o controle para o vício, daí esta atividade pode ser muito útil", aponta Nabuco.

Dr. Cristiano Nabuco lembra que videogame logo antes de dormir dificulta o relaxamento - Divulgação
Dr. Cristiano Nabuco lembra que videogame logo antes de dormir dificulta o relaxamento
Imagem: Divulgação
Já quem não está acostumado a jogar e vê nos games uma alternativa para distração, o melhor a se fazer é observar a reação após uma jogatina. Se você se sentiu bem, ótimo, vale continuar, sem exageros. Agora se após uma partida você acabou se sentindo mais ansioso, o melhor a se fazer é usar outra alternativa.

Ah, outra dica é evitar ficar jogando até tarde. "A descarga de adrenalina e a luminosidade intensa das telas podem dificultar muito o sono. No último caso, a captação da luz pelas células fotossensíveis dos olhos provoca, no cérebro, a interpretação de que ainda é dia. Por fim, o indivíduo não consegue entrar em uma condição de relaxamento", alerta Nabuco.

E, claro, tem a questão do exagero. Aqui, a palavra da vez é "equilíbrio". É uma sugestão que vale para qualquer atividade e a dose certa é aquela na qual a diversão não se torna uma obsessão. Outra dica é intercalar os games com outras atividades, como algum tipo de exercício físico, promover sessões de relaxamento "analógicas" e manter uma alimentação saudável.

É besteira se iludir e achar que, ao fim de uma jornada exaustiva de trabalho, pular o jantar e jogar até às três da manhã seja uma forma de relaxar e se distrair
Cristiano Nabuco, psicólogo e consultor técnico da Cognitiva Scientia

Vale qualquer game?

Luminosidade das telas pode atrapalhar uma noite de sono, então jogue em moderação - Milan_Jovic/Getty Images
Luminosidade das telas pode atrapalhar uma noite de sono, então jogue em moderação
Imagem: Milan_Jovic/Getty Images

Já que a ideia é aproveitar os games para combater os efeitos negativos provocados pelo isolamento, fica a dúvida: vale qualquer tipo de jogo?

O que será que funciona melhor: enfrentar monstros em um game de tiro como Doom Eternal, pilotar carros em Forza Horizon 4 ou Gran Turismo Sport ou cuidar de uma ilha em Animal Crossing?

"Tudo depende de como a pessoa reage. Há tanto quem alivie as tensões enquanto jogam um game tenso quanto quem fique ansioso jogando algo assim. O melhor termômetro é a sua própria percepção. Você ficou feliz depois de jogar ou ficou mais estressado? Acho que vai muito da sua reação, não tem uma receita definida", diz Bouer.

A mesma lógica se aplica na hora de escolher entre uma aventura longa, mas que você joga sozinho, ou a partida daquele game on-line que você tanto curte.

No caso dos games online, vale a ressalva: eles podem podem ser muito úteis por permitirem socializar com amigos, mas tudo depende do contexto. Em um cenário onde o estresse e a ansiedade são grandes inimigos, conviver com ambientes tóxicos podem piorar e não resolver o problema.

Journey é um dos games relaxantes que podem ser uma boa opção na quarentena - Divulgação
Journey é um dos games relaxantes que podem ser uma boa opção na quarentena
Imagem: Divulgação

Dicas de games

  • Para relaxar e ver o tempo voar: Animal Crossing: New Horizons, Stardew Valley, Journey, Ori and the Will of the Wisps
  • Para juntar os amigos: Destiny 2, Call of Duty: Warzone, The Division 2, Fortnite
  • Para quem está com saudade dos esportes: FIFA 20, PES2020, F1 2019, NBA 2K 20
  • Para os fãs de pancadaria: Street Fighter V Champion Edition, Mortal Kombat 11
  • Para quem curte adrenalina: Doom Eternal, Resident Evil 3 Remake, Zombie Army 4,
  • Para quem busca uma aventura enorme: Persona 5 Royal, Final Fantasy VII Remake, Asassin's Creed Odyssey, Red Dead Redemption II

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol