PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

40 dias após demissão "fake", Adrilles Jorge volta à Jovem Pan

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

22/03/2022 18h41Atualizada em 23/03/2022 15h46

O escritor e comentarista Adrilles Jorge, 47, deve voltar à Jovem Pan (TV e rádio) na próxima segunda (28).

Segundo a empresa, ele teria sido "demitido" cerca de 40 dias atrás, após fazer ao vivo uma saudação que foi considerada nazista por vários grupos judaicos, laicos e telespectadores que pediram sua demissão.

Mas, de fato, isso nunca aconteceu. Como este colunista antecipou em seu twitter pessoal no mês passado, Adrilles seguiu recebendo pagamento e continuou a frequentar as dependências da JP.

De certa forma, ele apenas ganhou uma folga remunerada até que o assunto esfriasse.

O mesmo já havia acontecido em 2020 com outro integrante da Jovem Pan, Rodrigo Constantino, após uma fala enviesada sobre estupro.

Adrilles volta ao "Morning Show" e com participações em outras atrações da casa.

Procurado pela coluna para comentar sua volta, ele desconversou com seu tradicional "deboche poético".

"Tô igual Sócrates, só sei que nada sei. Ou, como digo a mim mesmo, a gente caminha -a despeito dos empurrões e rasteiras alheias."

Sobre o gesto que causou seu afastamento, Adrilles, também ex-BBB, afirmou que foi mal interpretado por um gesto mal feito. "Fui cancelado por conservadores também."

Procurada, a chefia de Redação da Jovem Pan não respondeu ao pedido de comentário até a publicação deste texto.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops