PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

Filme da Viúva Negra consegue salvar um dos piores personagens da Marvel

Scarlett Johansson é a Viúva Negra do MCU (Divulgação/Disney) - TodaTeen
Scarlett Johansson é a Viúva Negra do MCU (Divulgação/Disney) Imagem: TodaTeen
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Colunista do UOL

12/07/2021 11h54

Pelo menos nas telonas, parece que não existem limites para o que a Marvel é capaz de alcançar no seu universo cinematográfico. Se já era um milagre fazer a audiência se importar com restolhos dos gibis como Homem-Formiga e Guardiões da Galáxia, espere até ver o que aconteceu com o tal do Taskmaster no filme da Viúva Negra.

Aqui no Brasil o personagem é conhecido como Treinador, uma alcunha que não se adequa muito bem ao que é mostrado no filme. Sem entregar a grande surpresa, fato é que a aventura solo da Vingadora conseguiu dar certo sentido para um dos vilões mais genéricos da editora.

Desde o visual, uma mistura de Esqueleto do He-Man com algum refugo dos Comandos em Ação, até o poder —que é basicamente mimetizar qualquer técnica de combate dos adversários, tudo ganhou novo sentido.

Indo além até mesmo das expectativas mais otimistas, conseguiram melhorar o uniforme e também construir um contexto interessante para a capacidade de replicar os movimentos nas lutas. Só por esse feito, Viúva Negra já merecia um Oscar.

O filme, aliás, é um deleite. Consegue amenizar o gosto amargo que os fãs mais sensatos estão sentindo após as péssimas séries da Disney+. Heróis carismáticos, ação sem cérebro e uma boa plataforma de lançamento para Florence Pugh substituir Scarlett Johansson nas próximas produções.

Sinto que estamos acompanhando o nascimento de um novo clássico do Domingo Maior. Inclusive gostaria de ver Steven Seagal como vilão em uma sequência.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.