PUBLICIDADE
Topo

Com 8 anos, churrasqueiro mirim bomba na internet com vídeos de carne

Apaixonado por carnes, Vicente Campos segue os passos do padrasto, blogueiro e churrasqueiro - Werlles Leal
Apaixonado por carnes, Vicente Campos segue os passos do padrasto, blogueiro e churrasqueiro
Imagem: Werlles Leal

Gabrielli Menezes

De Nossa

07/09/2021 04h00

Dois milhões. Esse é o número de visualizações orgânicas do vídeo que mostra um menininho na churrasqueira cozinhando camarão temperado com limão colhido na hora.

As imagens foram captadas e publicadas em junho por Werlles Leal, 31. Sem intenção de "bombar", ele filmou seu enteado, Vicente Campos, de 8 anos, em um dos seus momentos de interação com fogo e carne. O momento curioso viralizou e acabou em outras redes sociais dedicadas ao churrasco.

Os dois convivem há quase quatro anos e churrasco está no dia a dia da dupla. "Aqui em casa, quando a mãe dele quer comer alguma coisa e eu quero ficar no churrasco, pedimos para ele escolher. E é sempre churrasco. Ele joga no meu time", diz o músico que transformou-se em churrasqueiro na pandemia.

Vicente - Churrasqueiro mirim - Werlles Leal - Werlles Leal
Com supervisão de Werlles, Vicente manuseia facas e carnes
Imagem: Werlles Leal

Sempre com a supervisão de Werlles, Vicente faz partes dos preparos. Manuseia facas grandes para fatiar carnes cruas ou assadaa, tempera os cortes e leva os bifes à grelha. De acordo com o churrasqueiro mirim, o que ainda falta é acertar o ponto.

Acho que meus amigos da escola não sabem fazer churrasco, mas eu sempre gostei. Faço quando Werlles me chama. Nunca me machuquei".

Além da fofura do menino, que apresenta a receita cheio de estilo, às vezes com um chiclete no funda da boca, o cenário ajuda no engajamento do público.

Vicente e Werlles são moradores de Conceição de Macabu, na região serrana do Rio de Janeiro, e costumam improvisar uma parrilla à beira de cachoeiras. Assim como outras crianças, Vicente é peixinho. "Quando dá para entrar na água ele não quer mais saber da carne", conta o padrasto.

Vicente - Churrasqueiro mirim - Werlles Leal - Werlles Leal
Churrasco improvisado na cachoeira
Imagem: Werlles Leal
Vicente - Churrasqueiro mirim - Werlles Leal - Werlles Leal
Natureza é um atrativo nos vídeos
Imagem: Werlles Leal

Desde o vídeo de estreia, a dupla ficou empolgada para gerar mais conteúdo. Para Werlles, que é seguido por 67 mil pessoas, o interesse de Vicente facilita a vida.

Ele é muito educado e diz que quer ser youtuber. Para mim é simples porque ele aparece e eu gravo. Antes, quando tinha que fazer vídeos sozinhos, era mais complicado. Tudo é produzido com o celular"

As empresas, que já patrocinavam inúmeros posts do Instagram de Werlles, não perderam tempo em angariar o menino. Muitos mandaram "mimos" com o intuito de serem divulgados e um contrato foi assinado para ele se tornar embaixador do frigorífico Cruzeiro do Sul, em Ubá (MG).

Vicente - Churrasqueiro mirim - Werlles Leal - Werlles Leal
Vicenti já aprendeu tarefas básicas, mas diz que falta acertar o ponto
Imagem: Werlles Leal

"As pessoas querem vê-lo. Os vídeos dele vão melhor do que os meus. Desde que começamos tenho visto outros blogueiros postando vídeos com o filho."

Confira um dos vídeos o pequeno cozinheiro:

Sem shows

Werlles Leal é formado pelo Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro. Craque em saxofone e flautas, ele tocou em grupos de samba e choro e dividiu o palco com estrelas como Alcione na cidade carioca.

De volta ao interior, montou uma luthieria para produzir e consertar, artesanalmente, instrumentos musicais de corda com caixa de ressonância. Com a pandemia, a demanda diminuiu significativamente.

Enquanto isso, seu hobby, o churrasco, foi se mostrando uma possibilidade de sustento. Os posts no instagram atraíram marcas, que geraram parcerias fixas.

Werlles com uma costela bovina defumada - Reprodução - Reprodução
Werlles com uma costela bovina defumada
Imagem: Reprodução

Diferentemente de Vicente, que faz parte da geração do mundo digital, Werlles, com os pés no chão, aproveitou a influência on-line para começar negócios offline.

Abriu uma casa de carnes em Conceição de Macabu e selou parcerias com açougues-boutique da região para dar aulas e fornecer carnes defumadas ao estilo americano prontas para levar.

De acordo com ele, as investidas, virtuais e reais, reacenderam a cultura do churrasco na Serra do Mar fluminense.

Vai Ter Churras!

Você já conhece a série Vai Ter Churras, de Nossa? Em duas temporadas completas, o craque Bruno Salomão explica em vídeo técnicas e dá dicas para melhorar o seu churrasco.

Assista, abaixo, um guia completo do churrasco bovino, da escolha da carne ao preparo da picanha e de cortes com bom custo-benefício, como a alcatra e o acém.

Quer mais? Confira todos os nossos episódios clicando aqui.

.