PUBLICIDADE
Topo

Bichos

Tudo o que você precisa saber para cuidar do seu pet

Ração e snack fit é mesmo o melhor para manter a saúde do seu pet?

Rações e snacks fit prometem maravilhas para seu pet, mas será isso mesmo? - Getty Images/iStockphoto
Rações e snacks fit prometem maravilhas para seu pet, mas será isso mesmo?
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Juliana Finardi

Colaboração com Nossa

06/02/2021 04h00

A onda "fit", que invade as áreas de vestuário, alimentação, atividades físicas e esportivas, já chegou ao mundo pet. Uma infinidade de rações e snacks para cães e gatos com promessa de garantir um lifestyle pra lá de saudável invade as prateleiras dos grandes pet centers, mercados e petshops.

Se você é do tipo que pretende levar o estilo "vida saudável fit" para o seu pet, mantenha o alerta ligado e certifique-se de que o produto em questão é realmente natural e cumpre a promessa da publicidade.

Essa linha está na moda e muitas pessoas procuram. Só é preciso tomar cuidado porque nem sempre o que é vendido como natural, é mais saudável", disse a veterinária Vivian Pedrinelli.

De acordo com Vivian, que participa do atendimento na rede PetCare e é sócia-fundadora da Sociedade Brasileira de Nutrição e Nutrologia de Cães e Gatos, é preciso ficar atento a composição dos alimentos, descrita nas embalagens, e garantir que não haja nenhum ingrediente com potencial tóxico para os bichinhos.

Antes de decidir o alimento saudável para seu bichinho, fique atento aos ingredientes - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Antes de decidir o alimento saudável para seu bichinho, fique atento aos ingredientes
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Alho, cebola, cebolinha, uva, carambola, chocolate, e sempre certificar-se que a empresa é registrada no Ministério da Agricultura, o que quer dizer que eles seguem a legislação e uma pessoa com formação que é responsável por essa fórmula."

Olho nos corantes

A veterinária Manuela Fischer, mestre e doutora em nutrição de cães e gatos, afirma que, do ponto de vista nutricional e de tecnologia de alimentos, corantes são totalmente dispensáveis.

Não recomendo ração com corantes pois não apresentam vantagem alguma. Sendo assim, a preferência deve ser por alimentos sem o uso desse aditivo", disse Manuela.

Ela também explica que os conservantes sintéticos são importantes porque atuam como antioxidantes e podem evitar os danos causados pelos radicais livres, aqueles vilões que já conhecemos muito bem por serem responsáveis pelo processo degenerativo do organismo humano e também dos animais.

Nada de corantes, mas vantagem em conservantes - Getty Images - Getty Images
Nada de corantes, mas vantagem em conservantes
Imagem: Getty Images

"Estudos têm demonstrado que, em baixos níveis de inclusão, os antioxidantes sintéticos também podem promover benefícios à saúde assim como os antioxidantes naturais", disse a veterinária, que atende pelo site www.veterinarianutricionista.com.br, por onde também publica artigos e informações sobre alimentação para os tutores.

Transgênicos: sim ou não?

Outro ponto polêmico no mundo das rações fit e saudáveis é a presença dos transgênicos, identificada com a letra "T" dentro de um triângulo nas embalagens.

"O fato de um alimento não conter transgênico significa que ele é mais natural, pois os alimentos na natureza não são geneticamente modificados", enfatiza a veterinária.

Por outro lado, segundo ela, isso não significa que ele é mais saudável, visto que as plantações não transgênicas tendem a receber mais pesticidas, uma vez que são mais suscetíveis a pragas. "Se o tutor busca algo mais natural e mais saudável deve alimentar seu pet com alimentos orgânicos, o que é bem difícil financeiramente, além da dificuldade para encontrá-los", afirma.

Transgênicos são mais saudáveis? - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Transgênicos são mais saudáveis?
Imagem: Getty Images/iStockphoto
Veterinária esclarece mitos sobre alimentos - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Veterinária esclarece mitos sobre alimentos
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Com relação ao câncer, que é a doença mais relacionada pelos tutores aos transgênicos e conservantes, a veterinária diz que não há uma comprovação científica contundente e que se trata de uma doença multifatorial, ou seja, causada por uma somatória de fatores, tanto genéticos como ambientais.

Para Manuela, afirmar que os animais têm tido mais câncer pelo consumo de ração é um tanto quanto simplista, visto que a expectativa de vida de cães e gatos só aumenta.

"Será que não estamos comprando muitos animais consanguíneos e não é isto que está predispondo a diversas doenças genéticas? Quantos canis fazem controle de doenças genéticas de forma séria e bem orientada? E o fato de os pets morarem em grandes cidades, com poluição, recebendo alimentação excessiva e desregrada não pode ser fator contribuinte?", alerta.

Mercado aquecido

Venda de snacks naturais cresceu 90% - Juliana Finardi - Juliana Finardi
Venda de snacks naturais cresceu 90%
Imagem: Juliana Finardi

Tão em alta nas preferências dos tutores que querem proporcionar uma alimentação mais saudável para seus bichinhos, o mercado desses produtos está em pleno crescimento. Na Rede Petz, por exemplo, as vendas da linha de snacks saltaram de 4% em 2017 para 11% em 2020, crescendo quase 90% no ano passado em comparação com o anterior.

A Petz possui uma marca própria de snacks com quatro sabores, todos voltados para ingredientes naturais a base de frutas, disponíveis em embalagens de 60 g e 300 g. Além da marca própria, a rede tem outras voltadas para snacks saudáveis, como Nats, Oh Lala, Crisp, Pet Delícia e Maskoto.

Snacks de proteínas desidratadas são tendência - Juliana Finardi - Juliana Finardi
Snacks de proteínas desidratadas são tendência
Imagem: Juliana Finardi

"Além disso, outra tendência de produtos naturais são snacks de proteínas desidratadas, que passam por pouquíssimo processamento em fábrica", informou a rede.