PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Arnaldo: Cuca saiu do Santos por cima mesmo tendo perdido a Libertadores

Do UOL, em São Paulo

23/02/2021 04h00

O técnico Cuca se despediu do Santos no empate em 1 a 1 com o Fluminense, pela 37ª rodada do Brasileirão, com o argentino Ariel Holan já tendo sido anunciado como o substituto, após uma temporada na qual o clube da Vila Belmiro foi vice-campeão da Libertadores e conseguiu a classificação para a próxima edição da competição mesmo com problemas políticos e financeiros.

No podcast Posse de Bola #102, Arnaldo Ribeiro analisa a temporada de Cuca, a permanência até garantir a vaga na próxima Libertadores e todo o contexto vivido pelo treinador no clube, e considera que ele sai maior do que entrou, mantendo seu nome com importância no mercado de técnicos brasileiros.

"Mesmo tendo perdido a final da Libertadores com a assinatura dele, aquele lance da expulsão no final, ele teve o mérito de não entregar as pontas. Logo depois, ele anunciou que não ficaria e a minha impressão era, o Santos negociando o Lucas Veríssimo, negociando o Pituca, o Cuca já disse que não vai ficar, o Santos não vai ter força para ganhar mais partidas, acabou a temporada para o Santos. Mas não, o Santos foi a ponto de conseguir vitórias importantes, a ponto atropelar o Corinthians, a ponto de chegar na pré-Libertadores muito porque o Cuca ficou lá", diz Arnaldo.

"E aí é o oposto do Sampaoli, o último ato foi, ele, sabendo que um técnico, Ariel Holan, já estava contratado, dirigir o time na última partida em casa com o adendo, como diz a nota oficial do Santos, com a mãe e a filha mais velha internadas com covid, e o Cuca lá presente. A história do Cuca nessa temporada é muito interessante não só por esses aspectos fora de campo, mas pelo trabalho dele, foi um bom trabalho, um trabalho mais difícil que o do Sampaoli no Santos", completa.

O jornalista acredita que Cuca encontrará portas abertas para voltar a trabalhar em um clube da Série A caso opte por tirar um período sem trabalhar durante os estaduais para retornar visando o Brasileirão devido ao que conseguiu fazer no Santos na temporada 2020.

"Acho que o torcedor do Santos, torcedor, diretoria e jogadores ficaram satisfeitos. E acho que sim, se ele quiser trabalhar para o Brasileirão, se ele não quiser trabalhar nesses dois meses de estadual, dois meses enfadonhos, ele vai ter mercado em qualquer time brasileiro que procurar um técnico brasileiro para o próximo Brasileirão. O Cuca, de fato, saiu por cima, saiu por cima mesmo tendo perdido o título da Libertadores com o Palmeiras", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol