PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Rafael se emociona em apresentação no Botafogo: 'Meu clube de coração'

Rafael da Silva, lateral do Botafogo - Divulgação/Facebook oficial do Botafogo
Rafael da Silva, lateral do Botafogo Imagem: Divulgação/Facebook oficial do Botafogo

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

14/09/2021 15h59

Nesta terça (14), o Botafogo, em entrevista coletiva realizada no Estádio Nilton Santos, apresentou sua nova contratação, o lateral-direito Rafael. O jogador, que vestirá a camisa 7 e assinou contrato até o final de 2023, se emocionou ao destacar seu sonho de jogar pelo clube, do qual ele é torcedor declarado.

"Com certeza, vir jogar no meu clube de coração me emocionou e me motiva, isso é uma realidade. Por isso mesmo que eu vim pro Botafogo, porque eu estava lá na Turquia e falei 'Ah, eu quero uma motivação'. E qual é a motivação que eu tenho? É jogar pelo clube do meu coração, clube que eu amo, acho que não existe motivação maior que essa e é por isso que eu vim para cá", disse ele.

O jogador também falou sobre a previsão para sua estreia. Anteriormente, quando anunciado pelo clube, o atleta falava em um prazo de duas semanas para estrear pelo Botafogo.

"Eu dei o prazo mínimo de duas semanas e eu acho que a fase do Botafogo, hoje, me ajuda a ficar mais tempo e ter esse tempo para trabalhar, com certeza, é muito importante, graças a todos os jogadores, porque estou há muito tempo sem jogar. Isso aí a gente vai ver ao longo da semana. Duas semanas, no mínimo, com certeza e, depois, com os preparados físicos, treinador, auxiliar e fisiologia, quando for a melhor hora, eu vou estrear. Vontade não falta, não", pontuou.

Quanto a sua posição no campo, o jogador se mostrou à disposição do técnico Enderson Moreira, apesar de preferir jogar na lateral-direita, sua posição de origem.

"Todo mundo sabe que sou lateral-direito, mas quem vai decidir isso é o técnico, ele vai decidir o que ele precisa. Eu, sinceramente, gosto de jogar pela lateral ou de segundo volante, joguei muitas vezes de ponta, na Europa, mas aí vai depender da minha adaptação com meus companheiros e com toda equipe para saber qual é a melhor posição", finalizou.

Botafogo