PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Deiveson planeja atuação dominante e promete fazer Moreno desistir de luta

Deiveson Figueiredo busca recuperar título do UFC - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images
Deiveson Figueiredo busca recuperar título do UFC Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

22/01/2022 06h30

Neste sábado (22), Deiveson Figueiredo terá a oportunidade de se vingar da sua última derrota e, de quebra, recuperar o cinturão dos pesos-moscas (57 kg) do Ultimate. O brasileiro mede forças diante de Brandon Moreno, atual campeão da categoria na co-luta principal do UFC 270, evento que será realizado na Califórnia (EUA).

Além do título, o confronto tem ainda mais importância para o brasileiro. Afinal, nos últimos meses, Deiveson e Moreno trocaram provocações e apimentaram o duelo. Por isso, o 'Deus da Guerra', que já havia revelado a intenção de vingar uma traição feita pelo mexicano a Henry Cejudo, seu novo parceiro de treinos, prometeu que obrigará o rival a desistir da luta.

"Quero ser dominante na luta e não deixar dúvidas. É entrar para nocautear, finalizar, ou que seja por cinco rounds. Mas sem deixar dúvidas. Ele deve querer explorar essa área (agarrada) onde me ganhou, mas estou preparado para ele. Mas se quiser boxear comigo, pode ter certeza que estarei pronto para nocauteá-lo. Eu só quero que ele peça para parar", afirmou, entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui).

Ao ser atacado por Deiveson, Moreno também elevou o tom. Depois do combate ser marcado, o mexicano chamou Deiveson e Wallid Ismail, empresário do paraense, de falsos e de seus 'melhores patrocinadores'. Porém, 'Daico' não deixou barato e adiantou que pretende fazer seu desafeto pagar pelo que falou.

"Deixa ele falar, disse que sou o melhor patrocinador dele, então o melhor patrocinador está indo roubar o patrocínio dele. Vou fazer ele ser o meu melhor patrocinador, pode ter certeza disso. Ele vai pagar o preço (por ter falado tanta besteira)", completou.

Deiveson Figueiredo, de 32 anos, atualmente se encontra em primeiro lugar no ranking da categoria, abaixo apenas do campeão Brandon Moreno. Seu cartel no MMA é composto por 20 triunfos, sendo 17 pela via rápida, duas derrotas, um empate e suas maiores vitórias foram diante de Alexandre Pantoja e Joseph Benavidez (duas vezes).

MMA