PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Covington critica McGregor por tentar furar a fila nos meio-médios: "Piada"

Conor McGregor quer ser o próximo a disputar o cinturão - Steve Marcus/Getty Images
Conor McGregor quer ser o próximo a disputar o cinturão Imagem: Steve Marcus/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

05/05/2021 07h00

Colby Covington e Conor McGregor são dois dos lutadores que mais utilizam o 'trash talk' no MMA e, constantemente, atacam seus rivais de forma pesada. Mas isso não significa que a dupla possui boa relação. Tanto é que o ex-campeão interino dos meio-médios (77 kg) do UFC tratou de provocar o astro irlandês após o mesmo discutir com Kamaru Usman publicamente.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', Covington explicou que o desentendimento entre McGregor e Usman significa uma clara tentativa de 'Notorious' furar a fila dos meio-médios do UFC, mas garantiu que isso não vai acontecer. O americano já se intitulou como próximo desafiante ao cinturão da categoria e também duvidou da intenção do irlandês de subir de divisão.

Depois de vencer a revanche contra Jorge Masvidal no UFC 261, em abril, na Flórida (EUA), o campeão dos meio-médios decretou ser a luta mais valiosa para os demais integrantes da categoria e utilizou como exemplo a expressão "noite da calcinha verde", em alusão ao termo criado por McGregor. Imediatamente, 'Notorious' condenou Usman por usar suas frases, acusou o nigeriano de copiar seus golpes e prometeu encerrar seu reinado. De acordo com Covington, o posicionamento do irlandês não é nada desafiador e sim vergonhoso.

"Eu ouvi falar sobre isso e, obviamente, é apenas McGregor tentando obter algum hype. Ele acabou de ser nocauteado. Você está falando sério? Você quer uma chance pelo título nos meio-médios? Você está levando uma surra dos leves e quer chegar ao topo dos meio-médio? Todos sabem que McGregor não vai subir", declarou Covington em entrevista ao site 'MMA Fighting', antes de completar.

"Ele só está fazendo isso para chamar a atenção, mas é uma piada. Ele é motivo de chacota na comunidade de MMA. Ele ganhou todo esse dinheiro com seu uísque, com a luta contra Mayweather, mas não tem motivação. Ele tenta dizer que é para seus filhos, mas o cara acabou. Ele não tem mais nada a oferecer", concluiu.

Caso o UFC oficialize a segunda luta entre Colby Covington e Kamaru Usman, tudo leva a crer que o americano vai embalado para a revanche. No primeiro embate, disputado em 2019, os atletas chegaram empatados ao quinto round. Na última parcial, o campeão dos meio-médios nocauteou e quebrou a mandíbula do rival. Derrotado de forma impactante, 'Chaos' não aceitou o revés e acusou o nigeriano de utilizar movimentos ilegais e por receber a ajuda do árbitro. Desde então, o bad boy persegue e provoca o desafeto.

MMA