PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

De olho no topo, Bate-Estaca revela tática contra Valentina Shevchenko

Jessica Bate-Estaca encara Katlyn Chookagian em Abu Dhabi - Yifan Ding/Getty Images
Jessica Bate-Estaca encara Katlyn Chookagian em Abu Dhabi Imagem: Yifan Ding/Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

17/10/2020 06h00

Após passagem pelo peso-galo (61 kg) e um breve reinado no peso-palha (52 kg) em 2019, Jéssica 'Bate-Estaca' vai iniciar uma nova trajetória em sua carreira hoje. A brasileira encara a americana Katlyn Chookagian em evento do Ultimate que acontece em Abu Dhabi (EAU), em duelo válido pelo peso-mosca (57 kg). E mesmo sem experiência na categoria, a atleta já mira o topo.

Embora destaque que seu foco está em Chookagian, 'Bate-Estaca', em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, admitiu que sabe que um triunfo pode colocá-la na rota pelo cinturão diante da campeã Valentina Shevchenko - uma vez que sua oponente é a atual número um do ranking. Desta maneira, a atleta da 'PRVT' já tem em mente o que precisa fazer para acabar com a supremacia da lutadora do Quirguistão. Vale ressaltar que no dia 21 de novembro, a detentora do título o coloca em disputa contra Jennifer Maia, no UFC 255 que deve ser realizado em Las Vegas (EUA).

"A Valentina tem poucos pontos fracos e é bem difícil de ver. Ela é versátil, tem a guarda diferente, é canhota. Então a partir daí já é uma dificuldade, porque mesmo esperando que ela chute, você nunca sabe quando vem. Acho que a maneira de anular o jogo dela é ser agressiva, mais do que ela, entrar batendo, agarrar e trabalhar a parte de grade para minar a energia dos braços dela", disse a brasileira, antes de completar.

"Mas para fazer isso os cinco rounds, é preciso estar com o gás em dia, para trabalhar essa subida e descida de performance. Então para vencer ela, primeiro tem que fazer uma preparação física muito boa, estar bem no gás e fazer esse trabalho de não dar espaço para ela, colocando muita pressão", concluiu a ex-campeã do UFC.

Após ser campeã do peso-palha em maio de 2019, a Jéssica 'Bate-Estaca' atualmente não vive seu melhor momento no octógono. Nocauteada pela chinesa Weili Zhang em agosto do ano passado, em duelo que lhe custou o cinturão, a brasileira perdeu a revanche para Rose Namajunas em julho deste ano, no UFC 251, por decisão dividida, e acumulou sua segunda derrota seguida pela primeira vez na carreira.

O card principal terá início às 20h (de Brasília) de hoje.

MMA