PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Cyborg finaliza pela primeira vez na carreira e mantém cinturão do Bellator

Cris Cyborg finaliza Arlene Blencowe durante Bellator - Reprodução
Cris Cyborg finaliza Arlene Blencowe durante Bellator Imagem: Reprodução

Ag. Fight

16/10/2020 01h38

Única mulher a ter sido campeã de quatro grandes entidades do MMA, a brasileira Cris Cyborg retornou ao cage do Bellator na madrugada de hoje contra a australiana Arlene Blencowe. E, como esperado, a brasileira não teve grandes dificuldades para manter seu cinturão dos pesos-penas (66 kg). No entanto, a forma como ela garantiu o triunfo foi inédita.

Com 23 vitórias em seu cartel no MMA, sendo 18 delas por nocaute, a representante da academia Chute Boxe finalizou uma disputa pela primeira vez na carreira - provando que sua faixa marrom na arte suave é mais do que merecida. Mas não sem antes dominar a luta em pé.

Logo no início, Cris partiu com tudo para cima e acertou fortes sequências de diretos e cruzados, obrigando a ex-campeã mundial de boxe a caminhar para trás. Na sequência, uma queda abriu caminho para que o domínio na luta de chão também se fizesse presente. No entanto, ao menos no primeiro assalto, Blencowe se defendeu até o soar do gongo.

No round seguinte, porém, Cris repetiu a dose de forma ainda mais contundente. Agressiva na luta em pé, rápida com a queda e dona de forte domínio no chão, a ex-campeã do UFC, Strikeforce e Invicta FC manteve o título do Bellator com um inédito estrangulamento (mata-leão). Belo desfecho para sua primeira defesa de cinturão no evento.

MMA