PUBLICIDADE
Topo

MMA


Borrachinha ironiza saída de Durinho de luta pelo título: "O MMA pune"

Paulo Borrachinha comemora após vencer luta contra Oluwale Bamgbose no UFC - Buda Mendes/Zuffa LLC/Getty Images
Paulo Borrachinha comemora após vencer luta contra Oluwale Bamgbose no UFC Imagem: Buda Mendes/Zuffa LLC/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

05/07/2020 09h00

Conhecido por suas posições fortes sobre diversos assuntos, Paulo 'Borrachinha' não aliviou nem mesmo para o compatriota Gilbert 'Durinho', que teve um teste positivo para covid-19 e acabou retirado do card do UFC 251, onde disputaria o cinturão do meio-médios (77 kg) contra Kamaru Usman, no próximo dia 11 de julho, na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi. Em publicação na sua conta oficial no 'Twitter', o peso-médio (84 kg) criticou a escolha do Ultimate de escalar o atleta natural de Niterói (RJ) como desafiante ao título, e comparou com outros projetos mal sucedidos da entidade, em sua visão.

De acordo com o texto publicado por "Borrachinha", a impossibilidade de 'Durinho' seguir como próximo desafiante ao título dos meio-médios, quando em teoria existiam outros atletas a sua frente na corrida pela disputa do título, mostra que "o MMA pune" escolhas injustas. Para corroborar, o mineiro citou a luta pelo cinturão 'BMF' (lutador mais durão) entre Jorge Masvidal e Nate Diaz, que terminou com uma interrupção médica e o decepcionante duelo entre Israel Adesanya e Yoel Romero, que vinha de duas derrotas seguidas e foi contemplado com uma disputa de título.

"Quando o UFC criou o (cinturão) BMF "homem mais durão", (a luta) acabou por um corte no rosto do Nate Diaz. Que m...de durão é esse? Quando o UFC tentou colocar Romero para o cinturão vindo de derrota, (a luta) foi aquele fiasco. Ontem a 4ª opção para o título sai por covid. O MMA pune", escreveu 'Borrachinha'.

"Não existem atalhos no MMA. Dar um jeitinho, tentar cortar caminhos,fazer do jeito mais fácil sempre dará errado. Coisa errada no MMA sempre dará errado", completou o peso-médio.

Com meteórica ascensão desde que subiu para os meio-médios, Gilbert foi escalado para encarar Kamaru Usman, pelo cinturão da categoria, na luta principal do UFC 251. Confronto que agora foi retirado do card após 'Durinho' testar positivo para covid-19. Antes do niteroiense, o favorito para a vaga de próximo desafiante ao título era Jorge Masvidal, mas um impasse financeiro frustrou as negociações entre o atleta e o Ultimate. De acordo com o inglês Leon Edwards, ele também foi procurado pela liga antes do brasileiro.

MMA