PUBLICIDADE
Topo

MMA


Dana aponta vitória de Gadelha, mas discorda de decisão em revés de Barboza

Claudia Gadelha vence no UFC - Getty Images
Claudia Gadelha vence no UFC Imagem: Getty Images

Ag. Fight

17/05/2020 11h35

O UFC Jacksonville, que aconteceu ontem marcou alguns resultados polêmicos e que cabem outras interpretações. E dois brasileiros estiveram envolvidos nesses combates: Edson Barboza e Cláudia Gadelha. O primeiro foi derrotado por Dan Ige, por decisão dividida, enquanto a segunda, venceu Angela Hill, pelo mesmo julgamento dos árbitros.

Em coletiva de imprensa após o evento, o presidente do Ultimate, Dana White analisou essas duas lutas. De acordo com o dirigente, ele também viu o triunfo da brasileira sobre Hill, mas discordou dos juízes sobre o resultado do atleta natural de Nova Friburgo (RJ).

"Eu dei o primeiro e o terceiro round para (Cláudia) Gadelha e também vi o (Edson) Barboza vencendo a luta", antes de elogiar a performance do ex-peso-leve (70 kg), que fez sua estreia na categoria peso-pena (66 kg), ao se mostrar bem fisicamente e tecnicamente contra o atual número 15 do ranking oficial da divisão.

"Ele (Barboza) parecia forte. Ele parecia bem em fazer sua luta contra um cara que sempre esteve presente (na divisão). Barboza entrou lá e começou a chutar e socar, e ele (normalmente) começa a acelerar no meio do segundo e, dessa vez, não acelerou esta noite. Ele parecia forte pra um cara que teve que cortar aquela quantidade de peso", completou.

Com esses resultados, os brasileiros ficaram em situações opostas dentro da franquia. Enquanto Cláudia Gadelha conseguiu seu segundo triunfo seguido e se aproxima de uma nova chance pelo cinturão da divisão peso-palha (52 kg), Edson Barboza acumula agora três derrotas consecutivas.

MMA