PUBLICIDADE
Topo

MMA


Preparador de Deiveson sugere que inverno tenha ocasionado falha na balança

Deiveson Figueiredo após vitória em luta do UFC Belém - Wander Roberto/Divulgação/UFC
Deiveson Figueiredo após vitória em luta do UFC Belém Imagem: Wander Roberto/Divulgação/UFC

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

28/02/2020 17h04

Após estourar mais de 1 kg na pesagem oficial do UFC Norfolk, Deiveson Figueiredo não vai mais ter a chance de lutar pelo cinturão peso-mosca (57 kg) do Ultimate. Apesar do duelo contra Joseph Benavidez ainda estar mantido, somente o americano pode ser campeão caso vença a disputa. Mas o que houve com o brasileiro para não cumprir suas obrigações com a balança? Quem tentou explicar o fato foi Elton Rocha, preparador físico do 'Deus da Guerra'.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, Elton, que seguiu no Brasil, ainda não tem uma justificativa exata para a falha de Deiveson na pesagem. Segundo ele, o lutador saiu do país bem tranquilo em relação ao peso, bem menos desgastado do que a última vez que se apresentou.

Porém, o preparador físico revelou confiança que o paraense, mesmo sem a chance de sair com o cinturão, vai buscar uma outra motivação para esse confronto.

"A questão da preparação dele, tanto a física, técnica e nutricional ele cumpriu tudo à risca. Ele é um cara dedicado, esforçado e muito disciplinado em tudo. Ele viajou para os Estados Unidos bem abaixo do peso do que foi na última luta dele, contra o (Tim) Elliott. Então estava bem tranquilo. Pelo menos tem a chance de lutar ainda, o Benavidez que só vai lutar pelo cinturão, então é botar água no chopp dele e dar a volta por cima para mais uma caminhada até o título. Mas não houve falha da equipe. Tem dia que a gente não acorda bem", disse Elton, emendando um fator que podem ter atrapalhado o processo de corte de peso.

"Ele não gosta do frio e lá nos Estados Unidos é final do inverno agora. O nosso clima da região Norte é quente demais, então o clima pode ser um fator, com certeza. Aqui a gente entra na academia e, mesmo sem fazer nada, já estamos suando muito. Acredito que isso possa ser um dos fatores que podem tê-lo influenciado a não bater o peso", completou, descartando que uma pressão psicológica o tenha afetado antes de subir na balança.

Ativo no MMA desde 2012, Deiveson Figueiredo acumula 17 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira, para o compatriota Jussier 'Formiga', em março do ano passado. Em sua última apresentação dentro do octógono, o paranese finalizou Tim Elliott, em outubro de 2019.

MMA