PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Treinador de Ronda quer luta contra 'Cyborg': "Ela é muito lenta"

Ronda Rousey treina com Edmond Tarvedyan - Reprodução/Instagram
Ronda Rousey treina com Edmond Tarvedyan Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

18/09/2017 17h32

 

Depois de duas derrotas seguidas no UFC e caminhando para sua aposentadoria das artes marciais, Ronda Rousey já era considerada carta fora do baralho quando o assunto era MMA. No entanto, nesta segunda-feira (18), seu treinador Edmond Tarverdyan reacendeu não apenas o desejo de ver a judoca de volta à ação, como também trouxe à tona mais uma vez a antiga rivalidade de sua pupila com a brasileira Cris 'Cyborg'.

Em entrevista ao programa 'MMA Hour', Tarverdyan rompeu o silêncio de mais de um ano em entrevistas para garantir que, ao menos por ele, gostaria de ver a judoca em ação de novo, e que para isso nada melhor do que realizar o seu antigo desejo de ter do outro lado do octógono a atual campeã peso-pena (66 kg).

"Eu não sei. Não posso dizer, será uma decisão difícil. Mas talvez uma luta a mais, não sei se ela faria, mas ela poderia. Acho que seu corpo lhe daria mais uma. Mas é 50%-50% agora. Adoraria que ela lutasse mais uma vez. Tem uma luta que eu gostaria muito que ela fizesse: Cyborg x Ronda. Quero essa luta. Quando eu treino Ronda eu sei que ela pode bater Cyborg. Ela é muito lenta", surpreendeu.

Garantindo que as lesões no joelho acumuladas durante a carreira como atleta atrapalharam o desempenho de Ronda no octógono, Edmond afirmou que nas condições físicas ideias sua pupila venceria sem grandes dificuldades e que a rivalidade com a brasileira seria a motivação ideal que ela tanto precisaria.

"Se as lesões não estiverem lá, nos aceitaríamos a luta. Ela é muito lenta para a gente. E a Ronda venceria. Ela é do tipo que precisa de desafio, precisa da adversária como inimiga. E ela não teve isso com Holly Holm. Contra a Cyborg seria diferente. Ronda não gosta dela, acha que ela usou esteroides, e ela foi pega uma vez...", narrou.

MMA