PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto ironiza preleção de Sylvinho antes de vitória: 'Constrangedor'

Neto imitou o treinador Sylvinho, que sussurrou durante preleção no vestiário corintiano - Reprodução/TV Band
Neto imitou o treinador Sylvinho, que sussurrou durante preleção no vestiário corintiano Imagem: Reprodução/TV Band

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/06/2021 15h02

Comentarista da TV Band, Neto ironizou a preleção de Sylvinho antes da vitória do Corinthians sobre o América-MG por 1 a 0, no último domingo (6), pelo Campeonato Brasileiro. O vídeo com o discurso do treinador foi divulgado nas redes sociais pelo clube paulista.

O apresentador comparou a preleção do treinador corintiano a uma palestra motivacional ou a palavras de autoajuda, citando autores de livros e figuras inspiradoras. Durante o Os Donos da Bola de hoje, Neto imitou várias vezes o jeito com que Sylvinho sussurrou em alguns momentos de seu discurso, dizendo que a cena foi "ridícula" e "constrangedora".

"[O discurso do Sylvinho para os jogadores do Corinthians] é uma palestra motivacional tipo Augusto Cury, Cortella, Mandela, Ghandi, essas pessoas monstruosas. Bernardinho, Maurício do vôlei, Oscar Schmidt. Não gosto muito da palavra 'palestrante'. Acho que a gente tem que contar nossa vida para as pessoas porque cada um tem sua história. Mas o Sylvinho é demais", ironizou Neto.

"Eu nunca vi uma coisa tão ridícula como essa. Você está de sacanagem? Eu pensei que ele ia me chamar de servente de pedreiro. Eu faria a massa para ele, cimento, cal, pegava escada. Trabalhei muito pouco. Meus irmãos trabalharam muito. Esse discurso deve ir para Brasília, todos os estados. Para o Joe Biden, na África do Sul. Tinha que mandar para a ONU. (...) Foi constrangedor", continuou.

Neto ainda refletiu se os jogadores para quem o Corinthians deve dinheiro conseguiriam se concentrar nas palavras de Sylvinho e disse que a preleção seria boa para fazer dormir.

"Tinha que colocar para todos os juízes que estão julgando as ações que o Corinthians tem. Não leva o advogado, coloca o Sylvinho. Aí, fala assim. É uma coisa ridícula, mas vamos respeitar as pessoas. A gente memoriza e depois de uma palestra como essa, dorme", brincou Neto.

"Aí, você pega o Sylvinho, o Gil tem uma dívida de R$ 11 milhões, o Ramiro, de 8. Aí, tem o Luan falso nove. Aí, o cara fica viajando na palestra. Acho que essa palestra serviria para [resolver] essa briga política", finalizou.

UOL Esporte vê TV