PUBLICIDADE
Topo

Paparazzi

Brasileira do Big Brother italiano namorou Balotelli e foi alvo de machismo

A modelo brasileira Dayane Mello faz sucesso no Big Brother da Itália - Alessandro Bianchi/Reuters
A modelo brasileira Dayane Mello faz sucesso no Big Brother da Itália Imagem: Alessandro Bianchi/Reuters

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

12/01/2021 04h00

O Big Brother Brasil ainda não começou, mas o clima de alvoroço e mutirão de votos nas redes sociais já deu a largada. E o motivo nem está em terras tupiniquins... Trata-se da modelo brasileira Dayane Mello, que participa da versão italiana do reality, o Gran Fratello. Certo, mas o que o esporte tem a ver com tudo isso? Calma, torcedores, nós explicamos a seguir...

A catarinense é ex-namorada de ninguém menos do que Mario Balotelli, atacante italiano com passagens por Internazionale, Manchester City, Liverpool e Milan. O atleta, que hoje defende as cores do Monza, já até fez uma pequena participação no Gran Fratello, mas acabou se saindo muito mal por direcionar uma fala machista à Dayane.

O apresentador do programa brincou com o jogador ao falar que a brasileira queria ir para a casa dele. Balotelli respondeu: "Sim, mas depois ela ia dizer: 'Para, para que dói'. Errou, né? O comentário repercutiu negativamente ao ser considerado machista e vulgar.

Horas depois da exibição, Balotelli foi às redes sociais para se desculpar. A conta oficial de Dayane Mello compartilhou a publicação. "Mulheres, quero pedir desculpa se ofendi alguém! Conheço a Dayane bem e sei que a forma como falei foi vulgar, mas gosto muito dela! Por isso, quero pedir desculpa a todas que ficaram ofendidas", escreveu.

Dayane também foi alvo de fala machista de um participante do reality, o jornalista esportivo Francesco Oppini. O italiano julgou a escolha de roupas da brasileira: "Em Verona, você seria estuprada".

Esses e outros acontecimentos durante o Gran Fratello ligaram o alerta de brasileiros, que resolveram apoiar a conterrânea de longe. Fogo no Parquinho!

Infância pobre e reconstrução de vida na Europa

Dayane tem 31 anos e nasceu em Joinville, Santa Catarina. A brasileira enfrentou uma infância complicada ao lado dos nove irmãos. No Gran Fratello, ela contou que a mãe era prostituta e, muitas vezes, deixava os filhos sem alimentação e higiene básica.

"Vivíamos cheios de piolhos, sujos e magros. Lembro-me vagamente de que minha mãe vinha uma vez por semana, cada vez com um homem diferente, e nos trazia comida. Mas depois ela foi embora", contou.

A brasileira começou a virada em sua vida aos 17 anos de idade, quando se mudou para o Chile para trabalhar como modelo. Em 2014, ela foi para Milão e consolidou sua carreira na Europa.

Paparazzi