PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Benja questiona Heinze no Palmeiras e inicia bate-boca: 'Grande treinador?'

Benja discute com Pascoal e Facincani sobre interesse do Palmeira sem Heinze - Reprodução/Fox Sports
Benja discute com Pascoal e Facincani sobre interesse do Palmeira sem Heinze Imagem: Reprodução/Fox Sports

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/10/2020 15h54

O interesse do Palmeiras no técnico Gabriel Heinze agitou o "Fox Sports Rádio" de hoje. Incomodado com o termo "grande treinador" - atribuído ao argentino por Osvaldo Pascoal - o apresentador Benjamin Back iniciou um bate-boca acalorado com Pascoal e Felippe Facincani.

Benja pediu para os membros da bancada lhe explicarem o motivo de Heinze ser uma boa alternativa para o Alviverde após a demissão de Vanderlei Luxemburgo. O apresentador, porém, repreendeu a dupla por se embasar na opinião de "amigos argentinos" e se alongar nos argumentos.

"Você usou a frase: 'Gabriel Heinze é um grande treinador'. Gostaria que alguém aqui nesta mesa me mostrasse o porquê podemos falar que ele é um grande treinador", questionou Benja.

"Eu consultei dois amigos da Argentina, e os dois me disseram que ele é um grande treinador, mas é caprichoso, detalhista, gosta de coisas que os caras não vão ficar felizes com ele, vai pedir algumas situações que o Palmeiras precisa pontuar. Eles me disseram isso", argumentou Pascoal.

"O cara é um grande treinador porque dois caras na Argentina falaram? Se dois caras na Argentina falassem que ele não é um grande treinador, aí a gente ai falar: 'Olha, o cara não é um grande treinador'? Desculpa, Pascoal. Eu não vou falar aqui no ar que o cara é bom para caramba porque um amigo meu na Jamaica falou. Eu só quero saber por que ele é um grande treinador?", rebateu o apresentador.

"Eu te falo! O Heize fez um trabalho inicial no Godoy Cruz, em que ele estava tirando a licença de técnico. Depois, ele passou para o Argentino Juniors, onde ele pegou um projeto de reconstrução e fez a melhor campanha da história de uma equipe argentina para voltar para a primeira divisão...", iniciou Facincani.

"Tá bom. Campeonato Argentino é outra história. Eu não estou entendendo, onde ele é um grande treinador? O que a gente poderia falar é o seguinte: o Gabriel Heize pode vir a ser um grande treinador", interrompeu Back.

"Eu estou te explicando. Tá bom, Benja. Deixa. Eu não posso terminar de explicar?", perguntou, irritado, o comentarista.

"Eu não quero entender do Campeonato Argentino, da Supercopa", soltou o apresentador.

"Você não deixa as pessoas terminarem o raciocínio, cara", criticou Felippe.

"Não, porque é meia-hora para falar...", explicou-se Benjamin.

"Tá bom, eu desisto. Gente, eu não vou conseguir explicar no Rádio para vocês, depois eu explico de outra forma", anunciou Facincani.

"Eu pergunto pro Pascoal porque o Heize é um grande treinador. Ele fala que dois amigos dele na Argentina falaram. Eu pergunto para você, e você está a 15 minutos falando do Campeonato Argentino. Vou perguntar para outra pessoa", resumiu o apresentador.

"Se a opinião do Pascoal não serve e a minha explicativa não serve...", disse Facincani, reiniciando a discussão, encerrada após Benja passar a palavra para os demais comentaristas.

UOL Esporte vê TV