PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Heinze ganha força para assumir o Palmeiras; Quique Setién é a outra opção

Gabriel Heinze era técnico do Vélez Sarsfield e agora está desempregado - Divulgação
Gabriel Heinze era técnico do Vélez Sarsfield e agora está desempregado Imagem: Divulgação

Thiago Fernandes e Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

21/10/2020 19h51

Além de Quique Setién, ex-Barcelona (ESP), o Palmeiras estuda a contratação do técnico argentino Gabriel Heinze para o cargo vago desde a demissão de Vanderlei Luxemburgo. Estes são os dois principais nomes discutidos no momento pelo clube no mercado da bola, depois de a negociação com Miguel Ángel Ramírez fracassar ontem (20), no Equador.

Setién, de 62 anos de idade, está desempregado e ganhou força nos bastidores do Verdão — ele foi demitido do Barça há dois meses, depois de uma passagem bastante complicada. O espanhol é adepto do jogo de posição, em que a equipe cria mecanismos para dominar o jogo tendo a posse. Ramírez já disse em entrevistas que o espanhol é uma inspiração neste sentido.

Em busca de um estilo de jogo ofensivo e principalmente intenso, o Palmeiras já tinha falado também em Heinze, 42 anos. O ex-zagueiro argentino tem três trabalhos como treinador: Godoy Cruz (ARG), Argentino Juniors (ARG) e mais recentemente o Vélez Sarsfield (ARG). Ele também está livre no mercado da bola.

Antes de negociar com Miguel Ángel Ramírez, o clube aprovou a ideia que Heinze apresentou nestes trabalhos, mas mostrou-se receoso por um possível pedido de muitos reforços, algo que o clube não pode dar agora. Além disso, é considerado um personagem bastante explosivo.

Rogério Ceni e Guto Ferreira foram nomes levantados logo após a demissão de Luxemburgo, na semana passada, só que a intenção neste momento é vasculhar o mercado internacional antes de investir em brasileiros. O clube tenta resolver o mais rápido possível esta escolha.

Palmeiras