PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

Chance de adiamento é só "opinião pessoal", diz comitê de Tóquio-2020

Anéis Olímpicos em Tóquio - Alessandro Di Ciommo/NurPhoto via Getty Images
Anéis Olímpicos em Tóquio Imagem: Alessandro Di Ciommo/NurPhoto via Getty Images

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

11/03/2020 11h45

Membro executivo do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, Haruyuki Takahashi declarou que a competição poderia ser adiada em um ou dois anos caso a situação com o Coronavírus piore. Apesar disso, em contato com a reportagem do UOL Esporte, a entidade afirmou que a fala do dirigente se trata de uma opinião pessoal e ressaltou que não cogita a suspensão da Olimpíada.

"Estamos cientes da entrevista (no Wall Street Journal). Buscamos esclarecimentos com o sr. Takahashi. Ele expôs, inadvertidamente, uma opinião pessoal em resposta a uma pergunta hipotética. Como o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, já afirmou: COI e Comitê Organizador não estão pensando em adiar ou cancelar os Jogos de Tóquio 2020. Estamos prosseguindo para a abertura no dia 24 de julho, conforme planejado", declarou Tóquio-2020 ao UOL.

No início de março, Bach, garantiu que a Comissão Executiva da entidade não cogita "nem o cancelamento, nem o adiamento" dos Jogos de Tóquio-2020. "Combatemos os desafios, mas não quero incentivar especulações. O COI reafirma seu total compromisso para garantir o sucesso da Olimpíada".

Na última semana, Seiko Hashimoto, ministra da Olimpíada do Japão, indicou que os Jogos acontecerão apesar do surto de coronavírus. O Comitê Olímpico Internacional (COI) também afirmou diversas vezes que o evento não será cancelado.

O vírus já infectou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo, e mais de 3 mil mortes foram tiveram como causa a covid-19.

Olimpíadas