PUBLICIDADE
Topo

Judoca Mayra Aguiar é 1ª brasileira com 3 medalhas individuais; veja lista dos maiores medalhistas do Brasil

Mayra Aguar ganhou bronze em Tóquio 2021, repetindo o que havia feito nas últimas duas olimpíadas - Chris Graythen/Getty Images
Mayra Aguar ganhou bronze em Tóquio 2021, repetindo o que havia feito nas últimas duas olimpíadas Imagem: Chris Graythen/Getty Images

29/07/2021 11h58

A judoca brasileira Mayra Aguiar se tornou a primeira atleta mulher brasileira a conseguir três medalhas olímpicas em esportes individuais. Hoje, ela derrotou a sul-coreana Hyunji Yoon com um ippon com imobilização na categoria até 78kg em Tóquio 2021.

Mayra Aguiar já havia conquistado medalhas de bronze nos Jogos de Londres 2012 e Rio 2016. Ela conseguiu a vaga na repescagem, após perder para a alemã Anna-Maria Wagner, que também terminou o torneio com bronze.

A gaúcha de 29 anos entrou na lista dos 16 atletas brasileiros com mais medalhas olímpicas na história (confira o ranking abaixo nesta reportagem). Ela é apenas a segunda mulher a aparecer na lista, abaixo de Hélia Souza, a Fofão do Vôlei, que também ganhou três medalhas (uma de ouro e duas de bronze).

Ela também se tornou a judoca brasileira com mais medalhas olímpicas. O judô é o esporte que mais rendeu pódios ao Brasil em olimpíadas: foram 24.

Confira a lista dos atletas brasileiros que mais ganharam medalhas em Jogos.

Dois atletas com cinco medalhas:

1. Robert Scheidt (Vela): dois ouros (Atlanta 1996 e Atenas 2004), duas pratas (Sydney 2000 e Pequim 2008) e um bronze (Londres 2012)

2. Torben Grael (Vela): dois ouros (Atlanta 1996 e Atenas 2004), uma prata (1984 Los Angeles) e dois bronzes (Seul 1988 e Sydney 2000)

Dois atletas com quatro medalhas:

3. Serginho (Vôlei): dois ouros (Atenas 2004 e Rio 2016) e duas pratas (Pequim 2008 e Londres 2012)

4. Gustavo Borges (Natação): duas pratas (Barcelona 1992 e Atlanta 1996) e dois bronzes (Atlanta 1996 e Sydney 2000)

Doze atletas com três medalhas:

5. Marcelo Ferreira (Vela): dois ouros (Atlanta 1996 e Atenas 2004) e um bronze (Sydney 2000)

6. Dante (Vôlei): um ouro (Atenas 2004) e duas pratas (Pequim 2008 e Londres 2012)

6. Giba (Vôlei): um ouro (Atenas 2004) e duas pratas (Pequim 2008 e Londres 2012)

6. Rodrigão (Vôlei): um ouro (Atenas 2004) e duas pratas (Pequim 2008 e Londres 2012)

6. Bruno (Vôlei): um ouro (Rio 2016) e duas pratas (Pequim 2008 e Londres 2012)

10. Ricardo (Vôlei de praia) um ouro (Atenas 2004), uma prata (Sydney 2000) e um bronze (Pequim 2008)

10. Emanuel (Vôlei de praia): um ouro (Atenas 2004), uma prata (Londres 2012) e um bronze (Pequim 2008)

12. Fofão (Vôlei feminino): um ouro (Pequim 2008) e dois bronzes (Atlanta 1996 e Sydney 2000)

12. César Cielo (Natação): um ouro (Pequim 2008) e dois bronzes (Pequim 2008 e Londres 2012)

12. Rodrigo Pessoa (Hipismo): um ouro (Atenas 2004) e dois bronzes (Atlanta 1996 e Sydney 2000)

15. Isaquias Queiroz (Canoagem): duas pratas (Rio 2016) e um bronze (Rio 2016)

16. Mayra Aguiar (Judô): três bronzes (Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2021)