PUBLICIDADE
Topo

Luizinho, Pedro Quintas e Pedro Barros estão na final do skate park

Pedro Quintas, do Brasil, durante classificatórias do skate park nas Olimpíadas  - REUTERS/Mike Blake
Pedro Quintas, do Brasil, durante classificatórias do skate park nas Olimpíadas Imagem: REUTERS/Mike Blake

Felipe Pereira

Do UOL, em Tóquio

04/08/2021 23h16Atualizada em 05/08/2021 00h39

O Brasil terá seus três representantes na final masculina do skate park. Em classificatória realizada na noite desta quarta-feira, do Brasil, Luizinho, Pedro Quintas e Pedro Barros ficaram entre os oito primeiros, e brigarão por medalha logo mais, às 00h30 (hora de Brasília).

O melhor brasileiro da classificatória foi Luizinho, que terminou na primeira colocação, com 84.31. Pedro Quintas foi o terceiro, com 79.02, e Pedro Barros o quarto, com 77.14.

Líder da competição ao final do terceiro grupo, Luizinho se classificou para a final de forma antecipada, assim como Pedro Quintas, que era o terceiro no momento.

"Sei nem o que falar. Me emocionei falando com o Vovô [Edgard, técnico da seleção]. Foram três anos de luta, cirurgias, me machuquei e fiz de tudo para estar aqui. Fazer isso na minha bateria e estar aqui, é uma honra. Tinha muita mensagem no celular quando acordei hoje, nem consegui olhar. Estava aflito, com medo de voltar a deslocar o ombro. Se fizer movimento muito brusco, ele sai. Tem um monte de amarrações para ele não sair. Foi muita superação", disse Luizinho.

A classificatória começou abaixo, com os atletas sofrendo várias quedas em suas voltas. O líder do primeiro grupo foi o norte-americano Zion Wright, com 67.21. O skatista conseguiu a nota em sua primeira volta, e caiu nas outras duas tentativas.

Primeiro brasileiro a se apresentar, Pedro Quintas abriu sua participação com 59.55, e uma queda no fim da volta. Na segunda tentativa, Pedro caiu logo na primeira manobra, e parou no 6.47. O show veio na última tentativa, quando o brasileiro não só completou sua volta, como foi o melhor da segunda bateria, com 79.02.

"Na final não ia poder fazer isso. Deixei para fazer agora, é melhor. Não achei as melhores linhas, errei o 540 na primeira, depois outra manobra na segunda. Na terceira era agora ou agora. E foi", afirmou Pedro Quintas.

Na sequência, foi a vez de Luizinho, que entrou com tudo. Ele marcou 81.50 em sua primeira volta, e 84.31 na segunda. Melhor de sua bateria, Luizinho finalizou sua participação na classificatória com modesto 12.74.

O último brasileiro a cair na pista foi Pedro Barros, que conseguiu 73.00 em sua primeira volta. Na sequência, Pedro melhorou sua nota, conseguiu 77.14 e se classificou para a final antes mesmo de se apresentar pela terceira vez, quando conseguiu 18.56. Ele preferiu não conceder entrevistas ao fim da classificatória.

Os americanos, bem contados para a prova, ficaram de fora da final. A maior decepção foi Heimana Reynolds, atual campeão mundial e que não teve pontuação alta o suficiente para chegar à decisão. O mesmo ocorreu com o compatriota Zion Wright, finalista da última copa do mundo. Quem salvou os norte-americanos foi Cory Juneau, único representante na briga por medalhas.

Os finalistas:

1 - Luizinho (BRA): 84,31
2 - Kieran Woolet (AUS): 82,69
3 - Pedro Quintas (BRA): 79,02
4 - Pedro Barros (BRA): 77,14
5 - Keegan Palmer (AUS): 77,00
6 - Steven Pineiro (PUR): 76,20
7 - Vicente Matheron (FRA): 74,07
8 - Corry Juneau (EUA): 73,00