PUBLICIDADE
Topo

1º em prova de Scheffer pegou covid duas vezes e viu família pirar com ouro

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

27/07/2021 16h28

Thomas Dean, ou Tom Dean, como é mais conhecido no Reino Unido, desbancou o compatriota Scott Duncan e o brasileiro Fernando Scheffer para ficar com a medalha de ouro nos 200 metros livre da natação. A vitória nos Jogos de Tóquio veio depois de muita dúvida em meio à pandemia e foi comemorada pela família e amigos como um verdadeiro gol de final de campeonato.

Tom Dean chegou a dizer que o ouro no Japão parecia estar 'a um milhão de quilômetros de distância' quando precisou entrar em isolamento em janeiro deste ano depois de contrair covid-19 pela segunda vez em cinco meses.

"Foi complicado ficar tanto tempo fora da água e, obviamente, é preciso voltar devagar por conta da doença [e das sequelas], você não pode retomar os treinos completos imediatamente", disse. "Foi difícil, um caminho muito instável", acrescentou.

Tom Dean garantiu o ouro com o tempo de 1m44s22, seguido bem de perto pelo compatriota Duncan Scott, que fez 1m44s26 e deu à Grã-Bretanha uma dobradinha nos 200 metros livre.

"É a maior conquista da minha vida", completou o nadador de 21 anos.

Família festeja ouro que nem gol

Um vídeo que viralizou na internet mostra a família e amigos de Tom Dean transformando o clima de apreensão ao longo da prova em algo parecido com a comemoração de um gol em final de Copa do Mundo.

Uniformizados com uma camisa escrito 'Team Tom' (Time Tom), eles se mostram bastante tensos durante os 200 metros, mas a confirmação da medalha de ouro fez a reunião virar uma verdadeira festa (veja no vídeo abaixo).