PUBLICIDADE
Topo

MMA


Com Wanderlei Silva, lutadores fazem protesto em Curitiba

O lutador Wanderlei Silva participa de protesto em Curitiba - EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
O lutador Wanderlei Silva participa de protesto em Curitiba Imagem: EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 19h38

Um grupo de lutadores e treinadores de MMA, entre eles Wanderlei Silva, atualmente no Bellator, realizou hoje uma manifestação pacífica em Curitiba "a favor do Brasil", de acordo com o próprio Wanderlei.

Segundo o jornal Tribuna do Paraná, os manifestantes se reuniram na Praça 19 de dezembro e foram até o Palácio Iguaçu, no Centro Cívico.

Os manifestantes cantaram o hino nacional brasileiro e gritaram cantos como "eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor" e "a nossa bandeira jamais será vermelha". Além disso, pediram "fora Globo lixo".

"Manifestação a favor do Brasil, pacífica", disse Wanderlei Silva em vídeo publicado em sua conta no Instagram.

Ontem, um protesto contra o racismo realizado em Curitiba terminou em depredação e conflito entre a Polícia Militar e manifestantes.

Segundo a rede RPC, afiliada da TV Globo no Paraná, o ato começou na Praça Santos Andrade, centro da capital, de forma pacífica. Houve gritos de "Fora, Bolsonaro" e referências à vereadora Marielle Franco, morta a tiros em uma emboscada na região central do Rio de Janeiro, em março de 2018.

O tumulto, no entanto, começou pouco tempo depois. Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram vândalos atirando pedras e objetos em direção à fachada do Fórum de Curitiba. A Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para tentar controlar o grupo.

MMA