Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

MMA


Clay Guida vence BJ Penn por pontos em "luta retrô" do UFC Rio

Clay Guida fez uma "luta retrô" no UFC Rio e saiu vencedor por pontos na Jeunesse Arena - Leandro Bernardes Lopes/Ag. Fight
Clay Guida fez uma "luta retrô" no UFC Rio e saiu vencedor por pontos na Jeunesse Arena Imagem: Leandro Bernardes Lopes/Ag. Fight

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/05/2019 21h31

Na luta casada para agradar os fãs mais saudosistas do MMA, o experiente Clay Guida, de 37 anos, venceu o ainda mais veterano BJ Penn, de 40, no UFC 237, realizado hoje (11), na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. A decisão foi por pontos e de maneira unânime (29-28, 29-28, 29-27).

BJ Penn, que pertenceu ao Hall da Fama do UFC, não vence há quase nove anos. Sua última vitória foi sobre Matt Hughes, dia 20 de novembro, no UFC 123. Ele é ex-campeão das categorias leve e meio-médio.

Clay Guida, com seu estilo "homem das cavernas", vinha de uma derrota para Charles Oliveira, no UFC 225, dia 9 de junho do ano passado.

A luta

Os veteranos começaram a luta se estudando e o primeiro round teve poucas emoções. No segundo, Penn apostou nos jebs enquanto Guida tinha os chutes como uma boa arma. Aos poucos, o americano foi se sobressaindo e conseguiu conectar alguns golpes que deixaram o havaiano tonto.

No último round, a luta voltou a ter um equilíbrio, embora ambos estivessem muito cansados. Guida, porém, seguiu superior, e venceu de forma inconteste.

Após pedir gritos de "BJ" para o público depois do resultado, Clay Guida demonstrou todo o seu respeito pela lenda:

"Quando ele era apelidado de Prodigy, enfrentou o meu mestre, Joey Gilbert, em sua estreia no UFC, então eu queria lutar com ele porque ele é parte da minha longevidade no esporte. Ele é uma lenda e merece muito respeito".

Veja como foi o UFC 237, neste sábado (11), no Rio de Janeiro:

Card principal

Peso-palha: Jessica Bate-Estaca (BRA) vence Rose Namajunas (EUA) aos 2m58s do segundo round
Peso-médio: Jared Cannonier (EUA) venceu Anderson Silva (BRA) por nocaute técnico aos 4m47s do primeiro round
Peso-pena: Alexander Volkanovski (AUS) venceu José Aldo por decisão unânime (triplo 30-27)
Peso-meio-médio: Laureano Staropoli venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Peso-galo: Irene Aldana (MEX) venceu Bethe Correia (BRA) por finalização aos 3m24s do terceiro round

Card preliminar

Peso meio-pesado: Ryan Spann (EUA) venceu Rogério Minotouro (BRA) por nocaute aos aos 2m07s do primeiro round
Peso-leve: Thiago Moisés (BRA) vence Kurt Holobaugh (EUA) por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)
Peso-meio-médio: Warlley Alves (BRA) venceu Sérgio Moraes (BRA) por nocaute no terceiro round
Peso-leve: BJ Clay Guida (EUA) venceu BJ Penn (HAV) em decisões por pontos (29-28, 29-28, 29-27)
Peso-mosca: Luana Dread (BRA) venceu Priscila Pedrita (BRA) por pontos
Peso-galo: Raoni Barcelos (BRA) venceu Carlos Huachin (PER) por nocaute técnico aos 4m49s do segundo round
Peso-galo: Viviane Araújo (BRA) venceu Talita Bernardo (BRA) por nocaute aos 48s do terceiro round

Mais MMA