PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

UFC 196 é mantido após corte de Werdum e Cain, mas "rebaixado" nos EUA

Cain Velásquez e Fabrício Werdum lutariam pelo cinturão dos pesados no UFC 196 - Getty Images
Cain Velásquez e Fabrício Werdum lutariam pelo cinturão dos pesados no UFC 196 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/01/2016 20h37

O UFC parece ter se decidido sobre o que fazer com o UFC 196, depois de Cain Velásquez e Fabrício Werdum terem se machucado. De acordo com o “Yahoo! Sports”, a luta entre Johny Hendricks e Stephen Thompson passará a ser o combate principal, o evento deixará de ser pay-per-view para passar no FOX Sports 1 dos Estados Unidos.

A mudança afeta o público dos Estados Unidos, já que no Brasil o combate seguirá sendo transmitido pelo canal "Combate".

O combate entre Johny Hendricks e Stephen Thompson seria originalmente a segunda luta mais importante da noite. A principal teria a disputa de cinturão entre Fabrício Werdum e Cain Velásquez.

No final de semana, no entanto, Velasquez alegou uma lesão nas costas e abandonou a disputa. Assim, Stipe Miocic foi anunciado como o substituto, mas na segunda-feira, foi a vez de o próprio Werdum alegar lesão e ser cortado evento.

 

Nesta terça-feira (26), Jon Jones chegou a dizer que estaria disposto a lutar no evento, mas apenas se o combate valesse o cinturão regular dos pesos pesados, não o interino. O norte-americano não luta desde janeiro de 2015, quando venceu Daniel Cormier no UFC 182 pelos meio-pesados. Em abril do mesmo ano, sofreu um acidente de trânsito e acabou indo parar na cadeia por um dia.

MMA